Quanto rendem R$ 3 milhões na poupança? E no Tesouro Direto, no CDB ou até em bitcoin?

Especialistas calcularam quanto essa bolada renderia em diversos produtos, da caderneta aos criptoativos passando por ações e renda fixa

É o sonho de muitas pessoas ganhar na loteria, receber aquela bolada, investir e viver de renda. Mas, por exemplo, quanto rendem R$ 3 milhões na poupança? Será que o investimento preferido dos brasileiros é capaz de gerar o retorno que se almeja para um prêmio como esse? Lembrando sempre que rentabilidade passada não garante retorno futuro, que vai oscilar pelas condições de mercado e do próprio produto.

Pois bem, a edição 2023 do Raio-x do Investidor Brasileiro, da Anbima, mostrou que a caderneta segue firme e forte na preferência de 26% dos investidores, mesmo que outras opções sejam mais rentáveis. No entanto, vale ressaltar que isso parece estar mudando: entre os mais jovens (16-25 anos), a preferência pela poupança já é menor (16%) ante dados de estudos anteriores da Anbima.

Mas voltando ao nosso cenário hipotético em que você é o felizardo ganhador de R$ 3 milhões. Se quiser sair da poupança, quanto seus investimentos renderiam em outras modalidades? Para dar a resposta, nós da Inteligência Financeira ouvimos especialistas, que fizeram as contas que agora compartilhamos aqui.

Rendimento em diversos períodos

Assim, consideramos cinco períodos distintos: 1 mês, 3 meses, 1 ano, 2 anos e 5 anos. Desse modo, você pode ver como os investimentos evoluem ao longo do tempo em cada produto.

Além disso, para chegar a esses valores, foi levado em conta o rendimento das modalidades nos períodos recentes. Ou seja, o retorno financeiro teve como base valores passados. Afinal de contas, o desempenho recente dos diferentes produtos ajuda o investidor a ter base de comparação. Mas, por outro lado, é importante saber que o que aconteceu no passado não garante o mesmo desempenho no futuro.

Dito isso, listamos como opções os seguintes produtos:

E para chegarmos aos cálculos que vamos mostrar, nós ouvimos Denis Medina, professor da Faculdade do Comércio (FAC-SP), Pedro Friedmann, especialista e assessor da Miura Investimentos e Valéria Vieira, planejadora financeira e especialista em mercado de capitais.

Quanto rendem R$ 3 milhões por mês na poupança?

Uma vez que a rentabilidade da caderneta do mês de junho foi 0,68%, quanto rendem R$ 3 milhões na poupança? Aproximadamente R$ 20,4 mil, de acordo com o cálculo de Valéria Vieira. O rendimento é isento de cobrança de Imposto de Renda.

“No entanto, é importante lembrar que se uma pessoa fizer a aplicação na caderneta no dia 10 de julho, ela só terá direito ao rendimento do período caso faça a retirada após o dia 10 do mês seguinte. Do contrário, ela perde a rentabilidade desse mês”, alerta a planejadora financeira.

Quanto rendem R$ 3 milhões na poupança em mais tempo?

Pedimos aos especialistas que simulassem a opção de deixar esse recurso por até 5 anos na caderneta, apesar de não ser o mais rentável. “Quem conta com esse valor para investir, em geral, vai procurar uma assessoria profissional. Eu não consideraria a poupança como opção”, avalia Pedro Friedmann.

“Principalmente quando se trata de valores maiores, há uma opção maior de produtos que oferecem rentabilidades mais elevadas para atrair esses investidores”, completa Valéria Vieira.

Como resultado, ainda pelos cálculos de Valéria, a poupança renderia cerca de R$ 66,54 mil em três meses, R$ 274,49 mil em um ano, R$ 529,86 mil em 2 anos e até cerca de R$ 1,5 milhão em 5 anos. A especialista calculou pela média de rendimento dos últimos 12 meses, tanto na poupança quanto nos demais produtos citados abaixo.

Se considerado o desempenho dos últimos 5 anos, período em que a taxa Selic chegou até o piso de 2% ao ano, logo, esse rendimento seria bem menor. Na estimativa do professor Denis Medina, o retorno seria de R$ 716 mil, aproximadamente.

Como funciona o rendimento da poupança?

Quando a taxa básica de juros está acima de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança é de 0,5% mais a taxa referencial (TR). Esse é o cenário atual, com a Selic em 13,75% ao ano.

Em contrapartida, quando a taxa está em 8,5% a.a. ou abaixo disso, o rendimento passa a ser de 70% da Selic mais a TR. Nos últimos 5 anos, essa foi a realidade de julho de 2018 a dezembro de 2021.

Mas não há perspectiva, no entanto, de que isso volte a acontecer no curto prazo. Isso porque, de acordo com uma estimativa do Itaú Unibanco (ITUB3 e ITUB4), por exemplo, a taxa Selic deve encerrar 2023 em 12% a.a. e 2024 em 9,5% ao ano.

Quanto rendem R$ 3 milhões no Tesouro Direto?

Os valores abaixo são aproximados, de acordo com o cálculo feito pela especialista Valéria Vieira. Além disso, rendimentos possíveis citados são líquidos de impostos, mas não consideram taxas e demais custos.

Dessa maneira, foi considerada uma alíquota de 22,5% para um mês e 3 meses, de 17,5% para um ano, e de 15% para 2 anos ou 5 anos.

No Tesouro Selic, Valéria projeta que R$ 3 milhões renderiam em torno de R$ 25,1 mil em um mês, R$ 76,14 mil em 3 meses, cerca de R$ 340,51 mil em um ano, R$ 749,93 mil em 2 anos e em torno de R$ 2,30 milhões em 5 anos.

No Tesouro IPCA+, a estimativa é de uma rentabilidade R$ 17,20 mil em um mês, R$ 51,99 mil em 3 meses, R$ 228,94 mil em um ano, R$ 493,59 mil em 2 anos e R$ 1,41 milhão em 5 anos. Vale saber que foi considerado o IPCA acumulado dos últimos 12 meses.

Sobre o Tesouro Direto, é importante observar que o investidor poderá aportar apenas R$ 1 milhão por mês. Se quiser fazer um investimento maior, é necessário comprar títulos no mercado secundário.

Quanto rendem R$ 3 mi em CDB ou fundos de renda fixa?

Para estimar o desempenho de um CDB foi utilizado um produto pós-fixado, com rendimento de 100% do CDI e de maior liquidez. Assim, nesse cenário, são aproximadamente R$ 24,64 mil de rentabilidade em um mês, cerca de R$ 74,72 mil em 3 meses, em torno de R$ 333,83 mil em um ano, por volta de R$ 734,30 mil em 2 anos e cerca de R$ 2,25 milhões em 5 anos.

No CDB prefixado o mais importante é observar as regras para resgate estabelecidas pela instituição financeira. A taxa é definida no momento da aplicação, geralmente com prazos longos de investimento. A rentabilidade estimada é de cerca de R$ 23,48 mil em um mês, R$ 71,16 mil em 3 meses, R$ 317,20 mil em um ano, R$ 695,52 mil em 2 anos e R$ 2,11 milhões em 5 anos.

Em fundos de renda fixa, foram considerados produtos oferecidos para essa faixa de valor nas principais instituições financeiras. A rentabilidade estimada pela especialista foi de R$ 23,94 mil em um mês, R$ 72,58 mil em 3 meses, R$ 323,84 mil em um ano, R$ 710,98 mil em 2 anos e R$ 2,16 milhões em 5 anos.

Lembrando que todos esses valores são líquidos, ou seja, já descontados o IR.

Quanto rendem R$ 3 milhões investindo em ações?

Para ilustrar, o professor Denis Medina calculou com base em uma das ações de referência da bolsa, Petrobras (PETR4). O valor das ações foi consultado com base no dia 7 de junho desse ano. A conta de um mês considerou os últimos 30 dias.

Como resultado, em PETR4 o valor compraria 103.914 ações, a R$ 28,87, totalizando R$ 2.999.997,18 em investimento. Se o papel reproduzir o desempenho do período equivalente, consideradas estimativas de dividendos e JCP e descontado o IR, o valor do patrimônio atualizado seria de aproximadamente:

  • R$ 3,05 milhões em um mês;
  • R$ 4,12 milhões em 3 meses;
  • R$ 4,62 milhões em 1 ano;
  • R$ 5,99 milhões em 2 anos;
  • R$ 9,18 milhões em 5 anos.

De olho nos ETFs

Em segundo lugar, para ser avaliado o investimento em ações de uma forma mais geral, uma opção possível é observar o desempenho de um ETF que acompanhe o índice Ibovespa. “Dessa forma, já se consideram todos os eventos que ocorrem nos papeis que compõem a carteira do índice”, diz Valéria Vieira.

Portanto, tendo como base o desempenho recente, poderíamos chegar a um cenário de perda de dinheiro. Isso ocorre na simulação de 2 anos, que contempla o período mais agudo da pandemia, com perca de 5,68%. No entanto, no cenário de 5 anos, em que a bolsa brasileira se expandiu apesar das quedas relacionadas ao covid-19, o saldo é positivo em 35,98%.

Como resultado, a simulação em um ETF lastreado no Ibovespa ficaria assim:

  • Valorização de aproximadamente R$ 71,91 mil em um mês;
  • Valorização de R$ 430,7 mil, mais ou menos, em 3 meses;
  • Valorização de R$ 477,2 mil, aproximadamente, em um ano;
  • Perda de R$ 170,4 mil, mais ou menos, em 2 anos;
  • Valorização de aproximadamente R$ 1,07 milhões em 5 anos.

Quanto rendem R$ 3 milhões em criptomoedas

O professor Denis Medina estimou o rendimento desse mesmo valor em criptomoedas. Definitivamente, são produtos inegavelmente muito voláteis em comparação com os demais citados. Sobretudo para quem estava de olho na poupança para começo de conversa.

Assim, foi considerado mais uma vez o rendimento passado. Ou seja, não há qualquer garantia de que esse movimento se repita.

Analisando o bitcoin (BTC), por exemplo, o professor fez uma simulação em que anteriormente teriam sido compradas 129.727 unidades em 7 de junho, o saldo em um mês seria positivo em R$ 314,28 mil, descontado o Imposto de Renda.

Dessa forma, demonstrando a volatilidade, pode-se observar o resultado em três meses, quando se teria obtido um rendimento menor, de R$ 93,26 mil, uma vez que fosse aplicado a variação observada anteriormente.

Como resultado um ano, tem-se saldo novamente positivo, em R$ 646,69 mil. Em 2 anos, por outro lado, perde-se (bastante) dinheiro, cerca de R$ 502,69 mil de prejuízo. Agora, se um sortudo ganhou esse dinheiro em 2018 e comprou tudo em bitcoin, ficou ainda mais sortudo, uma vez que hoje o lucro seria de 12,24 milhões, fora um pagamento de mais de R$ 3 milhões em imposto.

O que eu faço então?

Pois bem, agora que você já sabe quanto rendem R$ 3 milhões na poupança e em outros investimentos, o conselho unânime dos especialistas é inegavelmente buscar ajuda profissional.

“O consultor vai fazer as perguntas para entender que vida a pessoa espera levar, quais gastos ela vai ter e como fazer esse patrimônio caber nisso”, explica Valéria. Por exemplo? “Se quer comprar um imóvel, se não quer, se tem outras fontes de renda, tudo isso vai ser avaliado.”

Além disso, Pedro Friedmann diz que a pessoa precisa ter em mente quanto esse dinheiro é essencial para suas despesas e quanto está disposta a arriscar em busca de maior rentabilidade. Como resultado, é possível chegar a uma equação que equilibre risco e rentabilidade.

Investimento1 mês3 meses1 ano2 anos5 anos
Poupança R$ 20.400,00 R$ 66.546,47 R$ 274.499,56R$ 529.866,01 R$ 505.195,77
Tesouro Selic R$ 25.110,00 R$ 76.146,49 R$ 340.516,02R$ 749.937,99 R$ 2.307.962,69
Tesouro IPCA+ R$ 17.205,00 R$ 51.997,89 R$ 228.949,41R$ 493.595,25R$ 1.418.779,51
CDB pós R$ 24.645,00 R$ 74.721,48R$ 333.838,25R$ 734.303,13R$ 2.250.625,35
CDB pré R$ 23.482,50 R$ 71.161,42R$ 317.207,29R$ 695.525,96R$ 2.110.177,37
Fundo de Renda Fixa R$ 23.947,50 R$ 72.585,02R$ 323.848,81R$ 710.983,88R$ 2.165.864,95
ETF Ibov R$ 71.910,00 R$ 430.712,73
R$ 477.269,37– R$ 170.400,00R$ 1.079.348,47
PETR4 R$ 52.369,84  R$ 1.129.000,10R$ 1.620.623,99R$ 2.998.428,54R$ 6.180.698,77
BTC R$ 314.284,61  R$ 93.262,62R$ 646.697,76– R$ 502.695,07R$ 12.240.997,92
Cálculos feitos por Valéria Vieira, planejadora financeira CFP e especialista em mercado de capitais, Dênis Medina, professor da Faculdade do Comércio (FAC-SP). Poupança, Tesouro Selic, CDB e Fundo de Renda Fixa consideram rentabilidade dos últimos 12 meses. Tesouro IPCA+ considera IPCA acumulado em 12 meses. ETF, PETR4 e BTC consideram a oscilação do período passado equivalente.

Quanto rendem outros valores em diferentes produtos

E se você curtiu esse conteúdo, saiba que nós da Inteligência Financeira já criamos diversas reportagens que comparam a rentabilidade de diferentes ativos. Confira: