Volatilidade

É a variação de um ativo. Quando um investimento tem alta volatilidade, significa que seu preço varia muito e de maneira rápida. Se a volatilidade é baixa, aquele ativo não costuma ganhar ou perder preço com frequência e rapidez.

Vamos para a Bolsa de Valores para entender melhor o conceito: uma ação estreou cotada a R$ 10 e fechou o dia negociada a R$ 5. Dois dias depois, o fechamento do pregão mostrou que o mesmo papel valia R$ 15. Esse período foi de extrema volatilidade, já que o preço da ação foi de queda de 50% a valorização de três vez o valor do último pregão. Entender como funciona a volatilidade permite que você estime melhor os riscos envolvidos em cada investimento e projete as possibilidades de perdas e ganhos com maior precisão.

Volatilidade na prática

Pensar que nem todos os investimentos são voláteis é um erro. Qualquer investimento tem volatilidade, o que muda é a intensidade. Os investimentos de renda fixa são os menos voláteis do mercado, mas o rendimento desses ativos muda, mesmo que lentamente, já que a economia é dinâmica.

Por outro lado, temos ativos extremamente voláteis, como as criptomoedas. Enquanto elas ganham espaço no mundo dos investimentos, os especialistas alertam investidores a tomarem cuidado com a alta variação dos preços das moedas digitais. Não é raro ver o Bitcoin caindo mais de 10%, perdendo milhares de dólares em valor em poucas horas. O contrário também acontece.

No mercado acionário, onde o termo volatilidade é muito usado, não existe uma regra para todas as ações. Cada papel tem seu grau de volatilidade. Ações de grandes bancos costumam ser menos voláteis, enquanto os papéis ligados ao setor aéreo – especialmente durante a pandemia – têm a fama de voláteis.

Quanto mais volátil, menor o rendimento?

Não necessariamente. A volatilidade não determina se um ativo é rentável ou não. Um ativo que teve forte variação pode, no fim do investimento, trazer retorno positivo. O contrário também é possível. Um investimento volátil é aquele que tem mais chances de variar, e não o que tem maiores chances de render mais ou menos.

Explore mais termos
Swiper Anterior
Swiper Próximo

Direto ao Ponto ETF

ETF é a sigla em inglês para fundo negociado em Bolsa (Exchange Traded Fund). Esses fundos replicam o desempenho de índices, como o Ibovespa e a Nasdaq. Eles também são chamados de fundos de índice.…

Leia Mais Ir para: ETF
Direto ao Ponto Zerar posição

Zerar posição acontece sempre que você vende todos os seus investimentos. No mercado de ações, por exemplo, quando você zera sua posição, você está emitindo uma ordem de venda de todos os papéis que você tem em carteira.…

Leia Mais Ir para: Zerar posição
Direto ao Ponto Joesley Day

Joesley Day foi o nome dado ao histórico pregão de 18 de maio de 2017, em que a Bolsa de Valores despencou e o dólar disparou sob impacto da delação do empresário Joesley Batista, então presidente do grupo JBS, uma das empresas do grupo J&F.…

Leia Mais Ir para: Joesley Day
Direto ao Ponto O que é CDB (Certificado de Depósito Bancário)?

A sigla CDB significa Certificado de Depósito Bancário. CDB é um título de renda fixa emitido por bancos. É como um empréstimo que o investidor faz a um banco com um prazo predeterminado e cuja taxa de remuneração varia de CDB para CDB. …

Leia Mais Ir para: O que é CDB (Certificado de Depósito Bancário)?
Direto ao Ponto Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa criado entre o Tesouro Nacional e a B3. É pelo Tesouro que investidores podem comprar e vender títulos públicos, tornando-se assim, credores do governo federal. O Tesouro Direto é um dos tipos de investimento mais conhecidos em renda fixa. …

Leia Mais Ir para: Tesouro Direto
Direto ao Ponto Banco Central (BC)

Banco Central é a instituição responsável por gerir o sistema financeiro de um país, protegendo o poder de compra da moeda e a estabilidade da política econômica.…

Leia Mais Ir para: Banco Central (BC)

Você também pode gostar
POR
Redação IF 17 jun. 2024, 18:26
Cemig (CMIG4) pagará R$ 1,56 bi em JCP e dividendos em 28 de junho

Companhia de Energética de Minas Gerais vai pagar primeira parcela de seus proventos sobre o exercício de 2023

POR
Redação IF 17 jun. 2024, 16:39
Busca por presidente na Boeing encontra algumas turbulências

Novo CEO terá de enfrentar investigação por parte do legislativo dos EUA enquanto tenta erradicar problemas de qualidade arraigados que levaram a grandes atrasos na produção e atraíram a ira de clientes de companhias aéreas, reguladores federais e investidores

POR
Aluísio Alves 17 jun. 2024, 11:37
Sua estratégia é minerar dividendos? Preste atenção nessas sete indicações do Itaú BBA

Sugestões consideram expectativa de pagamento de proventos entre 2024 e 2025 e sustentabilidade da distribuição no longo prazo

POR
Aluísio Alves 17 jun. 2024, 07:50
Ações da semana: confira papéis perto de escalada mesmo com a queda da bolsa

Mesmo com a queda de 10,8% do Ibovespa em 2024, alguns papéis seguem perto de um ciclo de alta, segundo o Itaú BBA

POR
Aluísio Alves 17 jun. 2024, 07:00
Ações da Nasdaq e mais: gestores preparam novos ETFs de dividendos mensais

Buena Vista vai lançar em breve novo produto dessa categoria, que rapidamente está ganhando popularidade entre investidores que buscam renda passiva

POR
Redação IF 16 jun. 2024, 19:30
Morning call: bolsa abre de olho em Haddad e no setor de saúde; o que você precisa saber agora

Confira tudo o que você precisa saber sobre a abertura dos mercados nesta segunda-feira. O morning call te conta tudo

POR
Daniel Navas 16 jun. 2024, 17:00
Índice ICO2 é atualizado na B3 para incentivar economia de baixo carbono

Entre as diretrizes da nova metodologia, serão estabelecidos critérios para a seleção de empresas comprometidas com as melhores práticas na emissão de gases de efeito estufa

POR
Redação IF 16 jun. 2024, 15:05
Piores investimentos em 2024: bolsa brasileira e real lideram perdas

Neste ano, o Ibovespa acumula queda de mais de 10%, descolando-se dos índices globais, que, em sua maioria, registram valorização

Clique e veja mais