Renda variável

Direto ao Ponto
Renda variável

A renda variável é uma classe de ativos que não tem retorno estabelecido. Ao contrário da renda fixa, na variável o investidor não consegue ter uma estimativa do quanto vai ganhar com a aplicação. Ações, fundos multimercados e fundos imobiliários são alguns exemplos de investimentos em renda variável.

Veja este e outros vídeos explicando o bê-a-bá das finanças e investimentos no nosso canal do Youtube: youtube.com/sigaif

A renda variável costuma ser escolhida por investidores mais experientes, que já tenham uma reserva de emergência garantida e estão dispostos a correr alguns riscos. Ao mesmo tempo em que a rentabilidade das aplicações em renda variável são mais altas, as chances de perder dinheiro também aumentam. 

As ações estão entre os investimentos em renda variável mais conhecidos. Esses papéis são negociados em uma Bolsa de Valores e representam uma pequena parte de uma empresa de capital aberto. Dessa forma, estão sujeitos ao desempenho e especulações em torno dela. Neste mesmo ambiente da Bolsa também podem ser negociados ETFsOpções e Câmbio. 

renda variável

Os investimentos nesse tipo de ativo permitem que investidores se tornem sócios de grandes empresas, comprem cotas de fundos e tenham um portfólio diversificado com potencial de retorno maior, comparado a outros investimentos. Ao contrário da renda fixa, que é composta por títulos prefixados, pós-fixados e fundos híbridos, a renda variável não possui seus ativos divididos em categorias. 

Três pontos que você precisa saber sobre renda variável

  1. A rentabilidade e o retorno dos investimentos em renda variável podem ser influenciados por uma série de fatores. No caso das ações, os preços estão relacionados ao desempenho da empresa, do mercado, mudanças na economia e até mesmo em acontecimentos políticos. Já nos Fundos Imobiliários, outro exemplo desse tipo de investimento, a taxa Selic e pandemia, que esvaziou os escritórios, também impactaram na cotação dos títulos. 
  1. Uma parcela pequena dos investidores brasileiros investe em renda variável. De acordo com o Raio X do Investidor Brasileiro 2021, feito pela ANBIMA, apenas 3,3% dos investidores negociam ações, enquanto apenas 1 em cada 10 opta por investimentos em moeda estrangeira, e 1% em moedas digitais. Ou seja, os brasileiros ainda preferem aplicações com menos riscos. 
  1. Existem diversas opções para aqueles que querem investir em renda variável. Algumas das mais conhecidas são: ações, ETFs, fundos cambiais, mercado futuro, commodities, câmbio, derivativos e fundos imobiliários

Glossário  Renda Variável Ir para: Verbetes

Conheça os termos mais importantes para enriquecer a sua Inteligência Financeira

Direto ao Ponto
Relação com Investidores (RI)

O RI combina marketing, comunicação institucional e finanças. Seu objetivo é fornecer ao mercado e stakeholders informações sobre o desempenho da empresa.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Hedge

Hedge significa proteção. Fazer hedge é uma estratégia de proteção contra variações de preços no mercado financeiro.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Mercado fracionário

O lote padrão de uma empresa listada na Bolsa de Valores tem 100 ações. No mercado fracionário, este lote é "quebrado" e o investidor pode comprar de uma a 99 ações.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Direito de subscrição

Direito de subscrição é a preferência dada ao acionista para adquirir mais ações, quando uma empresa decide fazer uma nova captação (follow on).…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Swing trade

Swing trade é uma operação feita na Bolsa de Valores, na qual o investidor compra e vende ações em pregões diferentes, com intervalo de dias ou semanas.…

Leia Mais Ir para:
Swiper Próximo
Swiper Anterior

Você também pode gostar 🔽

Redação IF Publicado em 15.ago.2022 às 11h57
Minério de ferro recua 4,1% no norte da China, para US$ 104,40 por tonelada

Os preços do minério de ferro iniciaram a semana em forte queda no mercado transoceânico, em meio à inesperada desaceleração da economia chinesa em julho. O país asiático é o maior consumidor da commodity no mundo. No norte da China, o minério com teor de 62% de ferro caiu 4,1%, para US$ 104,40 por tonelada, […]

Redação IF Publicado em 15.ago.2022 às 11h52
Cosan tem Ebitda no 2º tri acima do consenso, com melhores volumes em Raízen, diz Goldman Sachs

O Goldman Sachs tem recomendação neutro para as ações da Cosan, com preço-alvo de R$ 20,40, abaixo do valor de R$ 21,03 negociado no momento na B3

Valor Econômico Publicado em 15.ago.2022 às 11h39
No vermelho, Natura vai enxugar a holding

Se cortes tivessem sido feitos em 2021, as despesas corporativas poderiam ter caído 40%, diz CEO global

Itaú Meu Negócio