Quanto rendem R$ 40 milhões na poupança? E ainda comparamos com CDB, Tesouro Direto e renda variável

Queridinha dos brasileiros, a caderneta está longe de ser a opção mais rentável para investir essa bolada

Fazer o dinheiro trabalhar por você é um objetivo muito desejado. Muito. Muito mesmo. Você economiza tempo, acumula dinheiro, ganha juros sobre juros e pode viver com tranquilidade dos lucros do seu dinheiro. Mas quanto dinheiro investido é necessário para ter uma boa rentabilidade? Para dar um panorama, te mostramos quanto rendem R$ 40 milhões na poupança e em outros produtos.

Para tanto, simulamos o retorno desse valor em diferentes aplicações de acordo com uma calculadora desenvolvida por Bruno Mori, economista e sócio fundador da consultoria Sarfin. O especialista considerou seis períodos diferentes: 1 mês, 6 meses, além de 1, 2 e 5 anos.

Assim, o cálculo considera a curva futura de juros, que projeta a Selic em queda no médio e longo prazo, e diferentes enquadramentos de tributação para os produtos que não são isentos de imposto de renda. Fizemos a simulação em 5 diferentes tipos de produtos:

Quanto rendem R$ 40 milhões na poupança

A caderneta de poupança está longe de ser a forma mais rentável de investimentos. No entanto, segundo dados da Anbima, segue sendo a modalidade mais conhecida e utilizada pelos brasileiros. A poupança, quando a Selic está acima de 8,50% ao ano rende 0,50% ao mês mais a taxa referencial (TR), que em julho foi de 0,1589%.

Assim, com um rendimento mensal de 0,65% e de cerca de 8,19% ao ano, tem-se uma rentabilidade de R$ 263,56 mil em um mês, de R$ 1,60 milhão em 6 meses e de R$ 3,27 milhões em um ano. Como resultado da projeção por períodos mais longos, o total rende R$ 6,82 milhões em 2 anos e R$ 19,31 milhões em 5 anos.

A poupança é isenta de imposto de renda, de tal maneira que os valores acima já são líquidos.

Quanto rendem R$ 40 milhões no Tesouro Direto

Por outro lado, começamos observando que o investimento em títulos públicos, assim como em CDBs e em fundos de renda fixa, segue a chamada tabela regressiva. A cobrança de imposto de renda parte de 22,50% para aplicações de até 180 dias e vai descrescendo, até chegar, assim, a um imposto de 15,00% após 720 dias.

Primeiramente, reforçamos que os dados abaixo são referentes a estimativas de mercado, que podem não se confirmar com o tempo. No entanto, está disponível no site do Tesouro Direto uma calculadora para simulação do investimento nos títulos oferecidos atualmente.

Da mesma maneira, vale ponderar que há um limite legal de R$ 1 milhão de investimento no Tesouro Direto por CPF por mês. Portanto, para investir os R$ 40 milhões seria necessário comprar títulos no mercado paralelo ou ir fracionando mensalmente as aplicações.

Vamos à estimativa a partir da calculadora feita por Bruno Mori. No Tesouro Selic, que acompanha a taxa básica de juros, o rendimento líquido, descontados os impostos, começaria em R$ 324,49 mil em um mês. Posteriormente, passaria a ser de R$ 1,91 milhão em 6 meses, de R$ 3,68 milhões em um ano, de R$ 7,24 milhões em 2 anos e de R$ 21,78 milhões em 5 anos.

Por outro lado, para o Tesouro IPCA+ foi considerado um produto com rentabilidade de cerca de 8,00% ao ano, considerando a meta de inflação e um prêmio de risco. Assim, o rendimento estimado é de R$ 199,45 mil em um mês, de R$ 1,25 milhão em 6 meses, de R$ 2,64 milhões em um ano, de R$ 5,65 milhões em 2 anos e de R$ 15,95 milhões em 5 anos.

Mais opções na renda fixa: CDB e fundos de investimento

Pois bem, para simular a opção de um investimento em CDB foi considerada uma opção que acompanha de perto a Selic, com uma rentabilidade de 100% do CDI.

Como resultado, tem-se um rendimento de R$ 320,85 mil em um mês, de R$ 1,90 milhão em 6 meses e de R$ 3,66 milhões em um ano. Em seguida, uma rentabilidade de R$ 7,19 milhões em 2 anos e de R$ 21,63 milhões em 5 anos.

Já em um Fundo DI, fundo que tem quase a totalidade dos seus ativos em produtos de renda fixa, foi usado um rendimento estimado de 10,84% ao ano. Assim, o retorno do investimento dos R$ 40 milhões nessa modalidade é de R$ 315,07 mil em um mês.

Posteriormente, tem-se uma rentabilidade de R$ 1,86 milhão em 6 meses, de R$ 3,57 milhões em um ano, de R$ 7,00 milhões em 2 anos e de R$ 21,00 milhões em 5 anos.

Quanto rendem R$ 40 milhões em ETFs

Para uma projeção do investimento desse montante no mercado de ações, foi considerado o ETF BOVA11, que acompanha o índice Ibovespa. A carteira do Ibovespa reúne as principais ações listadas na bolsa brasileira.

O rendimento projetado abaixo espelha os últimos 12 meses até o dia 8 de agosto. No entanto, vale ressaltar que desempenho passado não é garantia de rentabilidade futura. Da mesma forma, registre-se que para ETFs a tributação não é regressiva, ela é sempre fixa de 15,00% em todos os períodos.

Como resultado da projeção temos um retorno de 12,50%, ou R$ 4,25 milhões, em 12 meses. Assim, em prazos menores são R$ 335,36 mil em um mês e R$ 2,06 milhões em 6 meses. Já nos períodos mais longos são R$ 9,03 milhões em 2 anos e R$ 27,26 milhões em 5 anos.

Compare o rendimento dos investimentos

Produto1 mês6 meses1 ano2 anos5 anos
PoupançaR$ 263.560R$ 1.607.638R$ 3.279.89R$ 6.828.722R$ 19.318.587
Tesouro SelicR$ 324.492R$ 1.916.226R$ 3.681.150R$ 7.241.041R$ 21.785.453
Tesouro IPCA+R$ 199.454R$ 1.255.375R$ 2.640.000R$ 5.657.600R$ 15.957.154
CDB Pós 100%R$ 320.850R$ 1.907.167R$ 3.661.350R$ 7.196.119R$ 21.634.040
Fundo DIR$ 315.077R$ 1.869.396R$ 3.578.850R$ 7.009.204R$ 21.006.689
ETF BOVA11R$ 335.361R$ 2.062.445R$ 4.250.000R$ 9.031.250R$ 27.269.104
Fonte: Calculadora desenvolvida por Bruno Mori, da consultoria Sarfin, para a Inteligência Financeira

Quanto rendem outros valores?

E se você curtiu esse conteúdo sobre quanto rendem R$ 200 mil na poupança, saiba que nós da Inteligência Financeira já criamos diversas reportagens que comparam a rentabilidade de diferentes ativos bem como de diferentes valores. Dessa maneira, você poderá ver simulações considerando da poupança ao bitcoin passando pelos fundos imobiliários.