Bancos de investimento (BI)

Direto ao Ponto
Bancos de investimento (BI)

Bancos de investimento (BI) são instituições financeiras especializadas em operações estruturadas, emitindo ativos como debêntures, e prestando assessoria financeira, como nos processos de abertura de capital na Bolsa de Valores.

Você não vai andar na avenida mais movimentada de sua cidade e tropeçar na portaria de um BI. Os bancos de investimentos não são bancos comuns, como você está acostumado a ver em cada esquina. Eles são especializados em operações de investimentos, como private banking, wealth management, asset management. Um banco de investimento não tem, por exemplo, conta-corrente. Alguns exemplos de bancos que têm em suas ramificações o BI são: BTG Pactual, BV, Itaú BBA, Bradesco BBI.

Traduzindo para o português

Os bancos de investimento estruturam ativos que provavelmente você tem em carteira, como ações, CDBs, letras de câmbio. Eles ainda prestam assessoria financeira, fazem empréstimos de médio e longo prazos, atuam em subscrição de ações, emitem debêntures, administram e vendem cotas de fundos de investimentos, entre outros serviços.

O olhar da CVM

A CVM explica que esta modalidade de instituição financia a atividade produtiva para capital de giro e fixo, além de administração de recursos. A atuação de um BI é sempre a médio e longo prazos, captando recursos por depósitos a prazo, repasses de recursos externos, internos e vendendo cotas de fundos de investimento, que são administradas por eles. Além de instituírem, organizarem e administrarem fundos de investimentos, os bancos de investimentos ainda administram carteiras de valores, assessoram negócios, realizam lançamentos de ações de empresas e prestam outros serviços do gênero.

A definição de bancos de investimento do Banco Central

A explicação do Banco Central, que é o órgão regulador dos BIs, é um pouco mais complexa. Veja:

“Os bancos de investimento são instituições financeiras privadas especializadas em operações de participação societária de caráter temporário, de financiamento da atividade produtiva para suprimento de capital fixo e de giro e de administração de recursos de terceiros. Devem ser constituídos sob a forma de sociedade anônima e adotar, obrigatoriamente, em sua denominação social, a expressão “Banco de Investimento”. Não possuem contas correntes e captam recursos via depósitos a prazo, repasses de recursos externos, internos e venda de cotas de fundos de investimento por eles administrados. As principais operações ativas são financiamento de capital de giro e capital fixo, subscrição ou aquisição de títulos e valores mobiliários, depósitos interfinanceiros e repasses de empréstimos externos (Resolução CMN 2.624, de 1999).”

Glossário  Investimentos Ir para: Verbetes

Conheça os termos mais importantes para enriquecer a sua Inteligência Financeira

Direto ao Ponto
Ifix

O Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX) foi criado em 2012 pela B3 para mostrar o retorno médio dos fundos imobiliários.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
NFTs

NFTs (tokens não fungíveis) são certificados de propriedade de um ativo que não pode ser substituído nem compartilhado.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
LIG

LIG (Letra Imobiliária Garantida) é um ativo de renda fixa destinado a financiar o mercado habitacional. …

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Acionista

Acionista é o investidor pessoa física ou jurídica que tem uma ou mais ações – ou até frações - de uma empresa.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Alavancagem

Alavancagem é o empréstimo tomado por investidores e empresas que queiram movimentar um valor superior ao que se tem em conta.…

Leia Mais Ir para:
Swiper Próximo
Swiper Anterior

Você também pode gostar 🔽

Valor Econômico Atualizado em 19.ago.2022 às 06h41
Megaleilão do Tesouro pressiona mercado

Emissão de R$ 16,7 bi em LTNs e NTN-Fs, concentrada em títulos mais longos, resultou em taxas mais altas no mercado de juros

André Franco Atualizado em 19.ago.2022 às 06h34
Meme coins: vale a pena investir?

Nos ciclos de alta, é normal que ‘versões B’ de uma criptomoeda sejam criadas

Mário Mesquita Atualizado em 19.ago.2022 às 06h33
Opinião: A economia brasileira em 2022 e 2023

Dados fatores internos e externos, não é baixa a probabilidade de o PIB retroceder no ano que vem

Redação IF Publicado em 18.ago.2022 às 16h51
Juros futuros fecham em alta após megaleilão do Tesouro

Os juros futuros encerraram o pregão desta quinta-feira (18) em alta, na contramão dos rendimentos dos títulos do Tesouro americano

Anne Dias Atualizado em 18.ago.2022 às 17h52
Conheça a história de uma das mulheres mais importantes do mercado financeiro

Na estreia do Perfil IF, Roberta Anchieta fala com ternura como conquistou a diretoria de administração fiduciária do Itaú Unibanco

Itaú Meu Negócio