Ebitda

Ebitda (Earning Before Interest Taxes, Depreciation and Amortization) significa: lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização, formando a sigla Lajida (mas ela não pegou e quase ninguém usa no mercado financeiro).

O Ebitda é uma das mais importantes métricas financeiras para avaliar empresas, marcando presença nos balanços. As empresas de capital aberto não são obrigadas a informar o Ebitda em suas demonstrações financeiras, mas é praxe que tragam o indicador.

O Ebitda se assemelha à geração de caixa da companhia com sua principal operação, sem considerar os impostos e demais impactos financeiros (juros, depreciação de ativos e amortização). Dessa forma, a métrica é muito utilizada na comparação a longo prazo dos resultados de uma empresa, por não levar em conta fatores que não dependem da companhia em si.

Caso ele cresça ao longo dos anos e/ou trimestres, pode ser um indicativo de que a empresa está ampliando seus ganhos, sendo mais produtiva e eficaz. Da mesma maneira, quanto maior o Ebitda, melhor. 

Além dessa métrica, há também o Ebit (Earnings Before Interest and Taxes), que não leva em conta a depreciação e a amortização. Em português, a sigla é Lajir (outra que ficou no limbo) e corresponde ao lucro operacional líquido. 

Ebitda: exemplos do mundo real 

Vamos ver o que acontece no mundo real, com um papel que os investidores adoram: a Petrobras (PETR4). No segundo trimestre de 2021, por exemplo, a Petrobras teve um Ebitda de R$ 67 bilhões. Este valor é o lucro operacional do período (R$ 43 bilhões) menos o prejuízo no trimestre (R$ 11 bilhões), acrescido de quase R$ 20 bilhões de Imposto de Renda e contribuição social e de R$ 15 bilhões de depreciação, depleção e amortização. 

As empresas que têm diversas operações também divulgam seu índice específico de algumas áreas. No caso da Petrobras, o Ebitda com a exploração e produção de petróleo no segundo trimestre foi de R$ 51 bilhões e o do refino do óleo foi R$ 15 bilhões. 

Como tudo começou 

Esta medida se popularizou nos anos 1980, quando bancos precisavam calcular se as empresas endividadas seriam financeiramente capazes de arcar com suas dívidas. Com o Ebitda, foi possível medir a capacidade de geração de caixa. Nos anos 1990, ele se fixou nos balanços durante a bolha das pontocom. Como as empresas de tecnologia estavam muito endividadas, ficava difícil avaliar a capacidade operacional pelas medidas tradicionais, como o lucro. Dessa forma, analistas recorriam à métrica para avaliar o crescimento dessas companhias. 

Divulgação voluntária 

O Ebitda não está previsto nas normas internacionais de contabilidade e sua divulgação é voluntária. Apesar de não ser obrigatória, a métrica é regida pela instrução de número 527 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), de outubro de 2012. 

Existem dois Ebitdas que você precisa conhecer: 

Margem Ebitda 

Outra métrica financeira é a margem Ebitda, que se assemelha à margem de lucro. Para calculá-la basta dividir o Ebitda pela receita líquida e multiplicar o resultado por 100 para se obter o percentual. No caso da Petrobras, que teve receita líquida de R$ 111 bilhões no segundo trimestre, a margem Ebitda ficou em 61%. Este percentual pode ser utilizado na comparação com outras empresas do mesmo setor, de modo a avaliar qual delas está sendo mais eficiente na geração de caixa. Em geral, quanto maior a margem Ebitda, melhor. 

Ebitda Ajustado 

Além do Ebitda, muitas companhias também apresentam o Ebitda ajustado, que leva em conta fatores que os administradores julgam essenciais para compor o resultado da companhia. No caso da Petrobras, o Ebitda ajustado inclui resultado da participação em investimentos, deterioração, resultados com desinvestimentos e baixa de ativos, e realização dos resultados abrangentes por alienação de participação societária, somando R$ 61,9 bilhões no segundo trimestre de 2021. 

Explore mais termos
Swiper Anterior
Swiper Próximo

Direto ao Ponto Anbima

Anbima é a sigla para Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, uma organização sem fins lucrativos que representa bancos, gestoras, corretoras, distribuidoras e administradoras.…

Leia Mais Ir para: Anbima
Direto ao Ponto C Level

C Level é o nome dos cargos mais altos dentro das empresas de capital aberto e fechado. O CEO (Chief Executive Officer) é o líder mais importante e a ele estão subordinados os demais cargos de direção, como CFO, CTO e CMO.…

Leia Mais Ir para: C Level
Direto ao Ponto LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)

A LCA é um ativo de renda fixa, emitido por instituições financeiras públicas e privadas. Na prática, ao investir em LCA, você estará emprestando dinheiro para o agronegócio. …

Leia Mais Ir para: LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)
Direto ao Ponto Diversificação

Diversificar é ter uma boa quantidade de ativos em carteira. Mas quanto? Não há um número redondo, mas os especialistas em finanças pessoais falam em algo entre 10 e 15 ativos. …

Leia Mais Ir para: Diversificação
Direto ao Ponto Blockchain

Blockchain é um sistema que faz duas coisas importantes: registra e rastreia transações de ativos, tudo de maneira online. Esses ativos podem ser tangíveis, como bens materiais, ou intangíveis, como patentes, direitos autorais, transferências e outros documentos. O que torna a blockchain diferente de outros meios de registro é a segurança, já que as informações são distribuídas e criptografadas, reduzindo o risco de invasões. …

Leia Mais Ir para: Blockchain
Direto ao Ponto ESG (Environmental, Social, Corporate Governance)

ESG é a sigla em inglês para Environmental, Social, Corporate Governance. Empresas com as melhores práticas para questões ambientais, sociais e de governança são consideradas empresas ESG.…

Leia Mais Ir para: ESG (Environmental, Social, Corporate Governance)

Você também pode gostar
Isabella Carvalho Publicado em 17.abr.2024 às 12h26
É possível comprar ações da Petrobras, e blindar o investimento de questões políticas?

Entenda o impacto do governo nas ações da estatal e como reduzir riscos

Pedro Knoth Publicado em 17.abr.2024 às 11h02
Dez small caps com potencial de pagar bons dividendos em 2024

Analistas apontam algumas small caps que podem pagar dividendos acima da média de 12 meses em 2024, como Tegma (TGMA3), Lavvi (LAVV3) e mais

Lucas Andrade Publicado em 17.abr.2024 às 10h04
Quando a TIM (TIMS3) vai pagar R$ 1,3 bilhão em dividendos?

Empresa de telefonia definiu cronograma para a distribuição do provento aos acionistas

Aluísio Alves Publicado em 16.abr.2024 às 07h00
Petrobras (PETR4) já recebeu quase R$ 9 bi em indenizações da Lava Jato, aponta relatório

Petroleira enviou informação, em abril, à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos; leia mais detalhes

Pedro Knoth Publicado em 15.abr.2024 às 12h17
Entre acionista da Bradespar (BRAP4) e dividendo, mercado vê duas ‘pedras no caminho’

Pessimismo com resultados de Vale (VALE3) e processo bilionário contra Bradespar (BRAP4) são riscos para dividendos, dizem analistas

Pedro Knoth Publicado em 14.abr.2024 às 10h00
Dividendos de Vale (VALE3) ou Bradespar (BRAP4): saiba em qual investir pelos proventos

Mercado vê com pessimismo futuro dos dividendos da Bradespar (BRAP4) e da Vale (VALE3); saiba vantagens de escolher uma ou outra

Isabella Carvalho Publicado em 13.abr.2024 às 07h47
ETFs de dividendos: 5 dicas para investir no produto

Recém-listado na bolsa, o investimento tem atraído a atenção dos brasileiros. Saiba o que considerar antes de investir

4 min.
Redação IF Publicado em 10.abr.2024 às 08h20
Petrobras (PETR4): Silveira nega que haja definição sobre dividendos extraordinários

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, negou qualquer posicionamento sobre a distribuição de dividendos extraordinários

Aluísio Alves Publicado em 09.abr.2024 às 11h40
E o dividendo extra da Petrobras (PETR4) vai para… pagar impostos?

Estatal admitiu que avalia aderir a acordo para por fim a contenciosos fiscais, o que poderia levar a um desembolso de cerca de R$ 21 bilhões

Redação IF Publicado em 09.abr.2024 às 07h58
Distribuição total ou parcial dos dividendos retidos da Petrobras divide ministros de Lula

Se o pagamento for integral, seriam R$ 12,6 bilhões devidos à União, que é a principal acionista da petroleira

Clique e veja mais

Caso ainda não esteja recebendo nossas mensagens, cheque sua caixa de spam e permita o recebimento dos emails da Inteligência Financeira.

Continue acompanhando a gente aqui no nosso site, pelo seu e-mail e nas nossas redes sociais. Informação é investimento!

A partir de agora, enviaremos a você as últimas notícias e análises para orientar seus investimentos com inteligência. Não esqueça de checar se nossa mensagem de boas vindas caiu na sua caixa de "Spam" ou "Promoções". Se isso acontecer, transfira a mensagem para a sua caixa de "Entrada". Obrigada!
Caso ainda não esteja recebendo nossas mensagens, cheque sua caixa de spam e permita o recebimento dos emails da Inteligência Financeira.

Verifique se o e-mail com o vídeo caiu na caixa de "Spam" ou "Promoções". Se isso acontecer, transfira essa mensagem para a sua caixa de "Entrada".

< Voltar ao site