Com ambiente econômico ruim, veja o que esperar da temporada de balanços do 1º trimestre

A safra de resultados do 1º trimestre (1T23) começou no dia 18 de abril. Veja agora o calendário com as datas das principais empresas do Ibovespa

A temporada de balanços do 1º trimestre de 2023 iniciou no último dia 18, mas é nessa semana que começa para valer, com divulgações de Santander (SANB11) na terça-feira (25), além de Vale (VALE3) e Weg (WEGE3) na quarta (26).

As expectativas do mercado, no entanto, são baixas diante do contexto econômico atual e de poucas mudanças ante o 4º trimestre de 2022. Os juros continuam altos, aumentando as dívidas e impossibilitando créditos para voos maiores, além de a economia ainda caminhar em passos lentos como um todo.

Diante desse cenário, a regra ainda é preservar o caixa e manter margens, com poucos setores se salvando e os focos de interesse nos bancos e da Petrobras (PETR4; PETR3).

No setor financeiro, os bancos sofreram com a crise das Americanas (AMER3) revela em janeiro e já provisionada nos balanços do 4º trimestre. O caso contaminou o mercado, deixando o acesso ao crédito mais difícil.

A inadimplência das pessoas físicas não é a única preocupação, mas também a das empresas, com dificuldade para se financiar.

Setores cíclicos, como o varejo, sofreram bastante nos últimos meses, a exemplo de Marisa (AMAR3) e Magazine Luiza (MGLU3).

Já ações do setor imobiliário e construção civil se valorizaram no período, mesmo diante de uma taxa de juros pouco atrativa. Em parte por estarem descontadas e também por conta da reativação e aceleração do programa social Minha Casa, Minha Vida.

A Petrobras segue sendo a protagonista do mercado brasileiro, e as preocupações nesta temporada não se darão pelos resultados financeiros, mas pela gestão do governo Lula.

A estatal vai divulgar seu relatório de produção no dia 3 de maio e o balanço financeiro no dia 11 do mesmo mês, ambos após o encerramento das negociações na B3 e NYSE, com a teleconferência de resultados acontecendo no dia 12, às 10h30.

Os dados financeiros da petroleira devem ser robustos diante dos altos preços do petróleo, mas o que chama atenção dizem respeito à nova política de preços e também a de dividendos, que podem ser reduzidos.

Já a Vale (VALE3), segunda maior empresa da B3, o preço do minério de ferro deve garantir os resultados positivos, que devem compensar a queda nas vendas.

Por fim, o setor de papel e celulose deve ter um desempenho pior que o de 2022, diante da queda nos preços da celulose.

Veja abaixo a data de divulgação das principais empresas do Ibovespa

EmpresaTickerDiaHorário
Santander BrasilSANB1125/abrilantes da abertura
WEGWEGE326/abrilantes da abertura
ValeVALE326/abrilapós o fechamento
CieloCIEL327/abrilapós o fechamento
Gol Linhas AéreasGOLL427/abrilantes da abertura
AzulAZUL427/abrilantes da abertura
KlabinKLBN1103/maioapós o fechamento
UltraparUGPA303/maioapós o fechamento
Lojas RennerLREN303/maioapós o fechamento
GPAPCAR303/maioapós o fechamento
GerdauGGBR403/maioantes da abertura
BradescoBBDC404/maioapós o fechamento
AssaíASAI304/maioapós o fechamento
CCRCCRO304/maioapós o fechamento
AmbevABEV304/maioantes da abertura
EmbraerEMBR304/maioantes da abertura
BraskemBRKM504/maioapós o fechamento
EletrobrasELET304/maioapós o fechamento
Itaú UnibancoITUB408/maioapós o fechamento
Natura &CoNTCO308/maioapós o fechamento
BTG PactualBPAC1109/maioantes da abertura
MinervaBEEF309/maioapós o fechamento
PetrobrasPETR409/maioapós o fechamento
YDUQSYDUQ309/maioapós o fechamento
SuzanoSUZB310/maioapós o fechamento
ViaVIIA310/maioapós o fechamento
Magazine LuizaMGLU311/maioapós o fechamento
CyrelaCYRE311/maioapós o fechamento
JBSJBSS311/maioapós o fechamento
CognaCOGN311/maioapós o fechamento
AmericanasAMER311/maioapós o fechamento
MarfrigMRFG312/maioapós o fechamento
Banco do BrasilBBAS315/maioapós o fechamento
BRFBRFS315/maioapós o fechamento
CosanCSAN315/maioapós o fechamento

Leia a seguir

Leia a seguir