IF HOJE: Mercado monitora dados setoriais, inflação e balanços, com alta expectativa pelos resultados da Apple

Na temporada de balanços brasileira, investidores aguardam os resultados de Bradesco, Braskem e Eletrobras

Após a Super Quarta sem surpresas, dado que os bancos centrais do Brasil e dos EUA, anunciaram suas decisões de juros conforme expectativa do mercado, os investidores acompanham nesta quinta-feira os dados de inflação, medidos pelo IPC da Fipe, além dos indicadores setoriais medidos pelo PMI de Serviços e PMI Composto. Na temporada de balanços, investidores aguardam com alta expectativa os resultados da Apple, nos EUA, e Bradesco, Braskem e Eletrobras, no Brasil.

No ambiente de juros altos, renda fixa ganha espaço

Na reunião desta quarta-feira (3), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central confirmou as expectativas do mercado ao manter a Selic em 13,75% ao ano. É a sexta reunião seguida em que o Copom decide não ajustar a taxa básica de juros.

A expectativa do mercado agora gira em torna da possibilidade de corte na taxa de juros, um movimento possível, na avaliação de alguns analistas, na segunda metade de 2023. A projeção mais recente do Boletim Focus, da terça-feira (02), é que a Selic encerre o ano a 12,50%.

No ambiente de investimentos, desde que a Selic voltou para os dois dígitos no início de 2022, a renda fixa detém o posto de queridinha dos investidores, algo que deve perdurar, enquanto a taxa de juros não for alterada pelo BC.

Fed eleva juros pela décima vez seguida

O Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) concluiu a sua reunião de política monetária e decidiu aumentar as taxas de juro em 0,25%. Este é o décimo aumento desde março de 2022, levando a taxa básica de juros dos EUA para uma faixa de 5% a 5,25%. Olhando para frente, embora o Fed não tenha descartado novos aumentos, parece que ele fará uma pausa por enquanto.

Leis do saneamento: Câmara derruba trechos de decreto de Lula

Ontem, a Câmara suspendeu dois parágrafos do decreto nº 11.467, de 5 de abril de 2023, que atualizava a regulação das leis de saneamento.

Os decretos do presidente Lula traziam dois pontos considerados questionáveis por parlamentares e especialistas do setor: a possibilidade de empresas estaduais prestarem o serviço em áreas metropolitanas, aglomerados urbanos e microrregiões sem necessidade de licitação, e a permissão para a regularização de contratos precários.

O placar marcou 295 a 136 pela derrubada do decreto. O resultado foi considerado uma derrota para a base governista, que não conseguiu formar maioria, apesar dos esforços do líder do governo na Casa, José Guimarães.

Mercado Livre avança no Brasil

O Mercado Livre registrou um lucro maior do que o esperado pelos analistas no primeiro trimestre, impulsionado pelo crescimento no Brasil, seu maior mercado, após o colapso da Americanas.

O lucro líquido da companhia argentina mais do que triplicou em relação ao mesmo período no ano passado, totalizando US$ 201,4 milhões (pouco mais de R$ 1 bilhão), acima dos US$ 150,7 milhões (cerca de R$ 750 milhões) esperados por Wall Street, à medida que a empresa ganhou participação de mercado em e-commerce no Brasil e registrou crescimento de dois dígitos em seu braço de fintech no México e na Argentina.

Petrobras: venda de gasolina tem maior volume em 6 anos para um 1º tri

As vendas de gasolina da Petrobras entre janeiro e março foram as maiores da empresa para um primeiro trimestre em seis anos. Esse marco aconteceu mesmo com a queda de 7,4% nas vendas do derivado em relação ao quarto trimestre do ano passado.

Entre janeiro e março, a venda de gasolina somou 414 mil barris por dia, 3,1% a mais que no primeiro trimestre do ano passado. “Isso ocorreu, principalmente, em razão do ganho de participação da gasolina sobre o etanol no abastecimento dos veículos flex devido ao aumento de sua competitividade”, disse a companhia no relatório de produção do primeiro trimestre.

Carrefour Brasil apresenta 1º resultado negativo desde 2016; ações desabam

O Grupo Carrefour Brasil apresentou seu primeiro resultado negativo desde 2016 e viu seus papéis caírem mais de 8% no pregão desta terça-feira. O prejuízo líquido ajustado ao controlador de R$ 375 milhões no primeiro trimestre de 2023 é explicado por investimentos no Grupo BIG, segundo o CFO da empresa, Eric Alencar.

Agenda

  • Pela manhã, o mercado acompanha o IPC da Fipe de abril, PMI de Serviços, PMI Composto e leilão de títulos públicos (NTN-F e LTN).
  • Alemanha divulga balança comercial e PMI Composto.
  • Zona do Euro reporta inflação ao produtor pelo instituto Eurostat, PMI Composto e a sua decisão de política monetária.
  • Nos Estados Unidos haverá balança comercial e o número de pedidos de seguro-desemprego na semana até o dia 28 de abril.

Balanços

  • Pela manhã, balanços de Embraer e Ambev. Após o encerramento das negociações na B3, balanços de Bradesco, Assaí, CCR, Braskem e Eletrobras.
  • Nos Estados Unidos, balanço da maior de todas em valor de mercado, Apple, no fechamento de lá.