Por que diversificar os investimentos é importante?

A diversificação existe por um motivo simples: para reduzir perdas

Pontos-chave

  • A dica número 1 é: comece aos poucos e converse com especialistas
  • Mesmo na diversificação, os ativos escolhidos precisam estar de acordo com seu perfil de investidor

O que você mais vai ouvir neste ano é: diversifique seus investimentos. Este é o mantra entre os planejadores financeiros, analistas e gestores. A diversificação sempre é importante, em qualquer cenário econômico, mas em 2022 ela terá um peso ainda maior por conta da volatidade que o mercado já está passando, e deve se acentuar, conforme a campanha presidencial for se intensificando.

O conceito da diversificação é bastante simples: é fatiar seu dinheiro e colocar um tanto em cada classe de ativo e em ativos diferentes, de diferentes regiões do mundo, e até aplicar em moedas. Tudo em busca de um retorno esperado, dentro dos riscos que você suporta. Mas veja: tudo isso precisa estar de acordo com seu perfil de investidor. Investir fora do seu padrão de pensamento vai fazer com que seu investimento deixe de ser seu aliado e vire um novo problema na sua vida. E ninguém quer isso, certo?

Por onde começar

Primeiro, respeite você mesmo. Fique dentro do seu limite, não ultrapasse seu apetite ao risco. Não carece comprar, por exemplo, criptomoedas, que têm risco alto (ou seja, você pode perder muito ou até tudo), e ter dor de cabeça diária. “Na diversificação, o melhor caminho é começar aos poucos e, sempre que possível, ir conversando com especialistas. São as melhores maneiras para começar a diversificar”, afirma Victor Vietti, especialista de investimentos do Itaú Unibanco. “E entenda o papel, o objetivo de cada ativo.”

Diversificar para reduzir os riscos

Os planejadores financeiros afirmam que quando você diversifica, uma má performance pode ser revertida com o lucro de outro ativo. Assim, o risco total da sua carteira é diluído. Uma das coisas mais bacanas no mundo dos investimentos é que a todo momento surgem novos produtos. Você não precisa acompanhar tudo, ser um especialista neste assunto, mas vai ser bom para seu bolso entender como eles funcionam, os riscos que eles têm, entre outras características, como a liquidez. Tudo isso vai te ajudar a escolher o ativo tenha mais a ver com você, seus planos e prazos.

E o que você tem a ver com tudo isso?

A diversificação tem, basicamente, duas metas:

  • Fazer com que o mercado financeiro trabalhe por você. Até porque, você, investidor e investidora, paga taxas para que que isso aconteça;
  • Reduzir perdas. Por isso, quanto maior o número de opções e mais bem informado você estiver, melhor.

Abaixo, você confere nosso vídeo que resume bem o conceito da diversificação:


Você também pode gostar

Redação IF

Publicado em 26.jan.2022 às 14h13

Pesquisa mostra que mercado financeiro ainda não adotou os critérios ESG

Gestoras e bancos entendem a importância da sustentabilidade, mas poucos incluem o tema nos códigos de conduta

Entrevista da Semana

Publicado em 26.jan.2022 às 10h40

Entrevista da Semana: é possível viver de renda passiva?

Como montar uma carteira de investimentos que faz seu dinheiro trabalhar por você? Louise Barsi explica na Entrevista da Semana

Redação IF

Atualizado em 26.jan.2022 às 09h26

CVM suspende corretoras; saiba como escolher empresas idôneas

Sete empresas não tinham autorização para estar no mercado: Raw Trading, International Capital Markets Pty, IC Markets (EU), Markets, KOI Global LLC, Ventura Group e Orotrader

Valor Econômico

Publicado em 26.jan.2022 às 08h18

Estrangeiro já pôs R$ 20 bilhões na Bolsa em 2022

Com ajuda de cenário externo, fluxo está positivo no ano

Lucas Andrade

Atualizado em 26.jan.2022 às 07h55

Como a tensão entre Rússia e Ucrânia pode afetar a economia e os investimentos

A deflagração de um confronto militar entre os dois países pode piorar principalmente o cenário para a inflação na Europa

Redação IF

Atualizado em 26.jan.2022 às 08h00

Afinal, o que dizem os especialistas sobre a Bolsa? Você deve comprar ações ou esperar mais um pouco?

O Ibovespa deve subir, mas com fortes emoções; veja o que levar em consideração

Redação IF

Publicado em 25.jan.2022 às 16h30

Conta de luz sobe 137% a mais que inflação em sete anos; saiba como economizar

Uma saída é ficar atento ao selo de classificação de eficiência de gasto de energia

Redação IF

Atualizado em 26.jan.2022 às 08h10

Estudo traça perfil do investidor em Tesouro Direto; conheça o ativo

16,3 milhões de pessoas investem nos papéis do governo

Valor Econômico

Publicado em 25.jan.2022 às 14h00

Vale a pena comprar um carro em 2022?

Especialistas avaliam que, em razão das dificuldades enfrentadas pela indústria, o melhor momento para adquirir um veículo pode ficar para o fim de 2022 ou início de 2023

Mais lidas hoje

  1. Redação IF

    Redação IF

    Atualizado em 26.jan.2022 às 11h26
    Ferramenta lançada pelo Banco Central permite saber se você tem dinheiro a receber dos bancos

    Segundo o BC, há ao menos R$ 8 bilhões parados nas instituições financeiras – conheça o passo a passo para fazer a consulta e saber se você é credor

  2. Redação IF

    Redação IF

    Atualizado em 22.jan.2022 às 12h01
    Neymar compra NFTs por R$ 6 milhões; saiba como funciona esse investimento

    Craque passa a fazer parte de um clube restrito a bilionários, que têm direito a festas particulares

  3. Valor Econômico

    Valor Econômico

    Publicado em 24.jan.2022 às 08h37
    Cade dá aval para Joesley e Wesley Batista assumirem controle da J&F Participações

    A J&F é a controladora do Banco Original do Agronegócio e do Banco Original

  4. Valor Econômico

    Valor Econômico

    Atualizado em 07.jan.2022 às 08h27
    Conheça os fundos de investimento que lucram milhões com shows de artistas adorados pelo público

    Saiba quem são os gestores (e como são remunerados) por trás de nomes como Gusttavo Lima, Seu Jorge, Alexandre Pires, Maurício Manieri e Daniel