Previsão para inflação em 2022 salta de 5,65% para 6,45% no Focus

Após forte alta do IPCA, mercado fica de olho nas novas estimativas para a Selic

Boletim Focus 22 de março de 2022
(Foto: Adam Nowakowski/Unsplash)

Após o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) ter a maior alta em fevereiro (1,01%) desde 2015, segundo informado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), na sexta-feira (11), os analistas consultados pelo Banco Central para o boletim semanal Focus aumentaram a projeção de inflação em 2022 para 6,45% dos 5,65% da edição anterior. Nos 12 meses até fevereiro, o IPCA acumula uma alta de 10,54%.

Por que importa?

Os novos dados do IPCA devem levar o mercado a precificar uma inflação e uma Selic mais altas ao fim deste ano. Até semana passada, a pesquisa Focus indicava uma taxa básica de juros de 12,25% e um IPCA de 5,65% para 2022.

Na sexta (11), a Itaú Asset Management elevou sua projeção para o IPCA deste ano de 5,7% para 6,6% e passou a esperar, ainda, uma inflação ainda mais alta em 2023, ao estimar o IPCA em 4%, enquanto antes a expectativa era de que o índice ficaria em 3,8%.

Como afeta seus investimentos?

Juros futuros mais altos beneficiam ativos de renda fixa pré-fixada em detrimento de ativos de renda variável e de renda fixa prefixados. O real também tende a ganhar força ante o dólar, com um maior fluxo de investimento estrangeiro no Brasil, atrás dos juros altos.

Fique por dentro:

Bolsa volta a funcionar até 17h hoje

Com a chegada do horário de verão nos Estados Unidos neste domingo (13), a B3 terá mudanças no seu horário de funcionamento a partir desta segunda-feira (14). Assim, os mercados de balcão (ações) e bolsa (contratos futuros e de opções e operações estruturadas referenciadas em commodities, dólar comercial, units) voltam a encerrar suas negociações às 17h. A B3 nota, adicionalmente, que as negociações pós-pregão (after market) para o mercado de ações, que estavam suspensas, voltam a ocorrer. E que o horário para negociações de operação estruturada de vencimento-base do contrato futuro de dólar para abertura de posições em D0 (FUT FRP0), seguirá o mesmo, das 9h às 18h.

Governo alerta para risco de desabastecimento de diesel

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, admitiu nessa sexta-feira (11) que o “desbalanceamento” entre oferta e demanda por petróleo e seus derivados, intensificado pela guerra da Rússia contra Ucrânia, pode ir além do aumento de preços e provocar desabastecimento dos mercados. “Talvez não tenha diesel para atender a demanda de todos os países”, disse Albuquerque ao Valor e à Agência INFRA, imprensa especializada. O ministro explicou que os estoques de diesel nos Estados Unidos estão 20% abaixo da capacidade. Segundo ele, até os países do Oriente Médio foram afetados e perderam 40% da capacidade de armazenamento desse combustível.

Estados calculam perda de 30% de ICMS sobre diesel com aprovação de projeto

Os Estados terão perdas na casa de 30% na arrecadação do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o diesel. Secretários de Fazenda das 27 unidades da Federação se reúnem nesta para avaliar o impacto econômico da aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLP) 11 e analisar as bases jurídicas da medida, informou ao Valor PRO o presidente do Comitê de Secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal (Comsefaz), Décio Padilha, secretário de Fazenda de Pernambuco. O PLP 11 altera o cálculo do ICMS sobre combustíveis e reduz a zero as alíquotas do PIS/Cofins sobre o diesel, gás de cozinha, gás natural, querosene de aviação e biodiesel. Numa tramitação expressa, a proposta foi aprovada ontem no Senado e na Câmara.

Agora, os Estados devem recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o PLP 11.

Para acompanhar hoje:

23h: produção industrial da China em fevereiro
23h: vendas no varejo da China em fevereiro
23h: taxa de desemprego na China

(Com Valor Econômico)


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 17h45
Juros futuros fecham em queda, em linha com taxas dos títulos públicos globais

Medo de recessão nos EUA pesou mais do que riscos fiscais no Brasil

Valor Econômico Publicado em 01.jul.2022 às 11h39
Análise: PEC dos Combustíveis dificulta o trabalho do Banco Central para baixar a inflação

O assunto novo levantado pelo Copom em junho é o risco de as medidas colocarem o pé no acelerador da economia, num momento em que a política monetária pisa no freio

Redação IF Atualizado em 01.jul.2022 às 08h39
Com PEC aprovada no Senado, pacote de medidas eleitoreiras de Bolsonaro já supera R$ 343 bilhões

Montante inclui ações que têm impacto nas contas do governo, como a ampliação do Auxílio Brasil, o vale para caminhoneiros e renúncias fiscais

Redação IF Atualizado em 30.jun.2022 às 10h53
Inflação com consumo nos EUA sobe 0,6% em maio; ativos domésticos são pressionados pelo cenário mais adverso no exterior

O Ibovespa tem forte queda enquanto o dólar opera em alta ante o real no início desta quinta-feira