Bradesco (BBDC4) aprova pagamento de R$ 2 bilhões em JCP

Valor corresponde a R$ 0,17 por ação ordinária e R$ 0,19 por ação preferencial

O Bradesco (BBDC4) informou na noite de quinta-feira (15) que o Conselho de Administração aprovou proposta da diretoria para pagamento de juros sobre o capital próprio (JCP) intermediários, relativos ao primeiro semestre de 2023, no total de R$ 2 bilhões. O valor corresponde a R$ 0,178997238 por ação ordinária e R$ 0,196896961 por ação preferencial.

Conforme o comunicado do banco, serão beneficiados os acionistas que estiverem inscritos nos registros da sociedade em 26 de junho (data-base de direito), passando as ações a ser negociadas “ex-direito” aos juros intermediários a partir de 27 de junho.

Como vai ser o pagamento do provento

Na nota, o Bradesco indica que o pagamento ocorrerá em 6 de julho pelo valor líquido de R$ 0,152147652 por ação ordinária e R$ 0,167362417 por ação preferencial, já deduzido o Imposto de Renda na Fonte de 15% (quinze por cento), exceto para os acionistas pessoas jurídicas que estejam dispensados da referida tributação, que receberão pelo valor declarado.

O provento será distribuído aos acionistas com ações depositadas na sociedade e que mantêm os dados cadastrais e bancários atualizados, mediante crédito a ser efetuado nas contas correntes em instituições financeiras por eles indicadas.

Aos acionistas com ações depositadas na B3 (a bolsa brasileira), o pagamento será feito por intermédio das instituições e/ou corretoras que mantêm suas posições em custódia.

“Os acionistas que não possuírem seus dados atualizados deverão apresentar-se na agência Bradesco de sua preferência, munidos de CPF, RG e comprovante de residência, para atualização cadastral e recebimento dos respectivos valores a que têm direito”, destaca banco.

“Os juros ora aprovados representam, aproximadamente, 10,4 vezes o valor dos juros mensalmente pagos, líquidos de imposto de renda na fonte, e serão computados no cálculo dos dividendos obrigatórios do exercício previstos no estatuto social”, completa o Bradesco no comunicado.