Zamp (ZAMP3), dona do Burger King, tenta se recuperar do tombo de 2022. É hora de investir na empresa?

Analistas mostram pontos fortes e fracos da companhia

O controle da Zamp (ZAMP3), operadora das redes de fast food Burger King e Popeyes no Brasil, quase trocou de mãos no ano passado. O Mubadala, fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos, fez uma proposta por 45% da ações da companhia no início de agosto de 2022.

​​O negócio, entretanto, não vingou. O fundo desistiu de realizar a oferta pública de aquisição de ações para comprar o controle da companhia em setembro. Por conseguinte, as ações da empresa de alimentos despencaram.

Apesar do fracasso da operação, muitos analistas seguem com a recomendação de compra para ZAMP3. Porém, o ativo está longe de retomar o patamar de R$ 7 de antes da compra não realizada. A boa notícia é que a ação fechou os dois últimos pregões em alta, de 5,37% na terça (23) e de 4,85% na quarta (24), valendo R$ 4,11 ao final do dia.

Diante desse cenário, será que vale investir em ZAMP3? A seguir, confira mais informações sobre a empresa e saiba a opinião dos analistas sobre o ativo.

O que é a Zamp (ZAMP3)?

A Zamp (ZAMP3) iniciou suas operações em 14 de junho de 2011 como uma joint venture entre um fundo de investimento gerido pela Vinci Capital Gestora de Recursos Ltda. e uma subsidiária da Burger King Corporation. Primeiramente, o objetivo era administrar, em caráter exclusivo, a marca Burguer King no Brasil.

Em 16 de fevereiro de 2012, a companhia realizou a sua primeira aquisição relevante, com a compra da BGK do Brasil S.A., uma das primeiras franqueadas do Burger King no país – possuía à época 41 restaurantes e 16 quiosques de sobremesa na capital e no interior do Estado de São Paulo.

Em 2017, o Burger King protocolou o pedido de registro de companhia aberta e de sua oferta inicial de ações junto à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), dando início ao processo de listagem e negociação das ações da companhia no segmento do Novo Mercado da B3. Portanto, no dia 18 de dezembro daquele ano, as ações da empresa começaram a ser negociadas na B3 no segmento do Novo Mercado.

Em 2022, cinco meses após trocar o nome da empresa para Zamp, a companhia comunicou que teria um novo código para as ações. Sendo assim, desde o dia 26 de outubro, os papéis passaram a ser negociados sob o ticker ZAMP3, em substituição a BKBR3.

Nesse sentido, o título da companhia no pregão também foi alterado de “BK Brasil” para “Zamp S.A.”. De acordo com a empresa, a mudança de nome, efetivada em 18 de maio do ano passado, “promove a construção de uma nova marca corporativa que comporta o conceito de uma operação multimarcas”.

Além do Burger King, a companhia também é dona da Popeyes, marca lançada no Brasil em 2018 e focada em hambúrgueres de carne de frango.

Últimos resultados

A Zamp (ZAMP3) teve prejuízo líquido de R$ 55,2 milhões no primeiro trimestre de 2023, ou seja, 75,8% acima das perdas de R$ 31,4 milhões registradas nos três primeiros meses de 2022. De acordo com a companhia, o aumento das perdas ocorreu em meio a depreciações e amortizações do período. Além disso, citou o impacto negativo da curva de juros e da estrutura de capital da companhia no resultado financeiro.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 104,2 milhões, avanço anual de 9,1%. Já o Ebitda ajustado teve alta anual de 9,5%, para R$ 110,6 milhões.

Ao final de março, a empresa tinha uma rede de 1 mil restaurantes, dos quais 774 são próprios, das marcas Burger King e Popeyes, e 226 franqueados do Burger King.

Vale a pena investir em ações da Zamp (ZAMP3)?

O fracasso da compra da Zamp pelo fundo Mubadala jogou para baixo as ações da empresa de alimentos no ano passado. No dia 23 de setembro de 2022, BKBR3 (ticker antes de se tornar ZAMP3) fechou em forte queda depois de o fundo Mubadala anunciar que desistiu de realizar a oferta pública de aquisição de ações para comprar o controle da companhia.

No fechamento do pregão, o ativo estava cotado a R$ 6,73, baixa de 7,55%. As ações já haviam fechado em queda de 9,22% no dia anterior, a R$ 7,28, após a Restaurant Brands International (RBI), dona das marcas, não dar garantias que a aquisição de controle não causaria modificações nos contrato de franquia que tem assinados com a Zamp.

Retomada de crescimento

Apesar das baixas, em outubro a perspectiva já era de retomada de crescimento no valor dos papéis. Naquele mês, a empresa previa crescimento em 2023, com margem Ebitda  de volta aos níveis pré-pandemia.

À época, os analistas do Credit Suisse afirmaram que, apesar dos preços elevados da proteína, a Zamp atingiu um nível de margem bruta alta em vários anos de 64% em 12 meses.

De acordo com o banco, os números refletem melhorias nas compras, mudança de estratégia para otimização de descontos e foco em preços. Sendo assim, o Credit Suisse orientou recomendação de compra para as ações da Zamp, com preço-alvo de R$ 10,50.

Crescimento robusto

Na avaliação do Santander, o setor de restaurantes fast food deve continuar a ter crescimento robusto no Brasil, com sua proposta de valor em meio às incertezas macroeconômicas impulsionando ganhos de mercado.

Nesse sentido, os analistas dos banco afirmaram, no começo deste ano, que iniciativas de gestão de receitas e racionalização de custos devem manter os preços de Zamp acessíveis no país.

“Reiteramos Zamp como nossa principal escolha no setor, com a empresa chegando a um momento de virada nas suas operações, com expansão de margens e geração de fluxo de caixa livre, reduzindo alavancagem”, afirmaram os analistas.

O banco pontuou, portanto, que a Zamp pode retomar pagamento de dividendos neste ano, mesmo com processo de expansão de lojas, por conta da boa geração de fluxo de caixa e expansão de margens. Sendo assim, o Santander tem recomendação de compra para Zamp, com preço-alvo em R$ 13.

Ponto de entrada atrativo

O JPMorgan adotou, também em janeiro, a recomendação de “overweight”, o equivalente a compra, para os papéis da Zamp (ZAMP3). Os analistas do banco norte-americano salientaram que veem um ponto de entrada atrativo nas ações, com risco/retorno favorável.

Em relatório divulgado a clientes, o preço-alvo para os papéis foi fixado em R$ 10. Até então, o banco não havia adotado uma recomendação para as ações, mas já apontava preço-alvo de R$ 11 para o final de 2022.

“Nos últimos meses, nós vimos mais do que o nome e o código mudando para Zamp (ex-BK Brasil), à medida que a melhoria sequencial nas tendências continua”, afirmaram os analistas do JPMorgan. 

Como comprar ações de Zamp (ZAMP3)?

Primeiramente, para negociar ações de Zamp, você deve abrir uma conta em uma corretora de valores . Depois disso, é só transferir o dinheiro que deseja investir para a sua conta e começar a negociar por meio do ticker ZAMP3.