Morning call: bolsa de valores vive expectativa da Super Quarta no Brasil e nos Estados Unidos

Na sexta-feira, bolsa de valores encerrou o dia em expressiva queda de 1,29%

O morning call de hoje indica que a bolsa de valores hoje e na terça-feira deve viver a expectativa da Super Quarta. Nesta semana haverá decisões importantes de política monetária no Brasil e nos Estados Unidos que devem indicar sinalizações importantes com relação aos juros.

No Brasil, existe a expectativa por mais uma redução de 0,50 ponto porcentual na Selic – isto é, levando a taxa de 12,75% para 12,25%. Nos Estados Unidos, a espera gira em torno da manutenção ou não da taxa no atual patamar dentro do intervalo entre 5,25% e 5,50%.

Além disso, há hoje uma série de balanços que serão divulgados nesta semana e que também influenciam a bolsa de valores. Entre os principais de segunda-feira temos GPA (PCAR3).

Veja mais detalhes da agenda de segunda-feira neste morning call:

  • 08h00: IGP-M de outubro (Ibre-FGV)
  • 08h25: Boletim Focus (Banco Central)
  • Sem horário definido: Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) de setembro (Ministério do Trabalho)
  • 22h30: PMI Composto e Industrial de outubro da China
  • Balanços: Assaí (ASAI3), Intelbras (INTB3), Irani (RANI3), GPA (PCAR3), Quero-Quero (LJQQ3) e Transmissão Paulista (TRPL4)

Na sexta-feira, a bolsa de valores encerrou o dia em expressiva queda de 1,29% (Ibovespa cotado a 113.301 pontos). A moeda norte-americana teve alta de 0,46%, indo a R$ 5,0131 – ela havia fechado abaixo dos R$ 5 na semana anterior.

Como sempre, as bolsas na Ásia refletem seu desempenho por aqui. Então, vamos ver o que aconteceu por lá a partir de agora no morning call:

Bolsas asiáticas

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta segunda-feira, com investidores à espera de que os bancos centrais dos EUA (Federal Reserve, ou Fed) e do Japão (BoJ) apenas confirmem a atual política monetária nos próximos dias.

O índice sul-coreano Kospi avançou 0,34% em Seul, a 2.310,55 pontos, com a ajuda de ações de empresas aéreas e de defesa. Por outro lado, o Hang Seng mostrou ganho apenas marginal em Hong Kong, de 0,04%, a 17.406,36 pontos. Além disso, o Taiex se comportou de forma semelhante em Taiwan, com alta de 0,09%, a 16.149,68 pontos.

Em Hong Kong, o bom desempenho de ações de tecnologia e farmacêuticas compensou perdas no setor bancário.

O papel do HSBC caiu 1,46%, após o banco britânico focado na Ásia divulgar balanço aquém das expectativas.

Ainda em Hong Kong, a ação da China Evergrande sofreu queda de quase 10%, após mostrar bastante volatilidade com a notícia de que uma corte local adiou audiência sobre a difícil situação financeira da incorporadora chinesa, de hoje para 4 de dezembro.

Na China continental, o Xangai Composto teve ligeiro avanço de 0,12%, a 3.021,55 pontos. Enquanto isso, o menos abrangente Shenzhen Composto garantiu alta mais expressiva, de 1,40%, a 1.884,54 pontos.

Por outro lado, o japonês Nikkei recuou 0,95% em Tóquio hoje, a 30.696,96 pontos, pressionado por ações de montadoras e do setor farmacêutico.

Investidores na Ásia estão na expectativa de que tanto o banco central dos EUA (Fed) quanto o do Japão (BoJ) deixem seus juros inalterados nesta semana. A decisão do BoJ será conhecida na madrugada desta terça-feira (31) e a do Fed, na tarde de quarta-feira (1).

Bolsas na Oceania

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho nesta segunda-feira, renovando o menor nível em 12 meses. O S&P/ASX 200 caiu 0,79% em Sydney, a 6.772,90 pontos.

Com informações da Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo