Morning call: mercado monitora relatório de empregos dos EUA para balizar apostas nas taxas de juros

A bolsa de valores ontem fechou negativa em 1,21%, aos 131.225 pontos

O morning call de hoje indica que a bolsa de valores tem o desafio de encerrar a semana com um desempenho melhor.

Assim, em duas sessões de 2024, as quedas foram expressivas. Na terça-feira (2), o Ibovespa tombou 1,11% (132.692 pontos). A recuperação da quarta-feira (3) foi pequena e o índice teve alta de 0,10% (132.833 pontos).

Dessa forma, ontem houve nova queda importante. A bolsa de valores fechou negativa em 1,21%, aos 131.225 pontos. A moeda norte-americana teve baixa de 0,15% contra o real brasileiro, terminando o pregão sob o valor de R$ 4,9079

Morning call: o que vem pela frente

A sexta-feira (5) reserva até que uma boa leva de divulgações econômicas. O dia começa com as estatísticas fiscais de novembro, dado do Banco Central.

No entanto, a informação mais importante certamente é o Payroll, o relatório oficial de emprego dos Estados Unidos, que tem forte influência na trajetória dos juros americanos.

Segundo analistas compilados pelo Broadcast, a maior economia do mundo gerou 175 mil postos de trabalho no mês passado. Ontem, pesquisa da ADP sobre vagas criadas apenas pelo setor privado norte-americano surpreendeu para cima, esfriando apostas para cortes nos juros dos EUA este ano.

A ADP e outros indicadores fortes dos EUA – que desafiam a perspectiva de relaxamento monetário ao longo de 2024 – pesaram nas bolsas de Nova York, que encerraram os negócios de ontem sem direção única.

Ainda assim, o mercado aposta em cortes nas taxas do banco central dos Estados Unidos (Fed), mas as autoridades de política monetária norte-americana comunicaram na ata, divulgada esta semana, que estão de olho em dados, pois consideram o cenário futuro ainda incerto.

Veja o calendário do dia:

  • 08h30: Estatísticas fiscais de novembro (Banco Central)
  • 09h00: Produção industrial de novembro (IBGE)
  • 10h30: Payroll/Relatório oficial de emprego de dezembro nos EUA
  • Sem horário: Balança comercial brasileira de 2023

Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta sexta-feira, com investidores demonstrando cautela antes do relatório de emprego dos EUA.

Os mercados da China continental lideraram as perdas na região hoje, de 1,34% no caso do Shenzhen Composto, a 1.773,42 pontos, e de 0,85% do Xangai Composto, principal índice local, a 2.929,18 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng caiu 0,66% em Hong Kong, a 16.535,33 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 0,35% em Seul, a 2.578,08 pontos, e o Taiex registrou modesta queda de 0,17% em Taiwan, a 17.519,14 pontos.

Exceção, o japonês Nikkei subiu 0,27% em Tóquio, a 33.377,42 pontos, depois de cair no pregão anterior ao voltar de feriados de fim de ano.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou levemente no vermelho hoje, em seu terceiro pregão negativo. O S&P/ASX 200 caiu 0,07% em Sydney, a 7.489,10 pontos.

O que foi notícia ontem

Assim, vale destacar que a Fenabrave informou que o crédito mais barato deve fazer o mercado de carros ganhar tração no ano novo.

Dessa forma, o Banco Central divulgou dados indicando que o juro rotativo do cartão de crédito caiu 10,6 pontos porcentuais em novembro.

Além disso, as concessões de crédito livre subiram 4,4% em novembro ante outubro. E o aluguel residencial, por sua vez, recuou 1,16% em dezembro, disse a FGV.

Foto de um bitcoin com cotações de ativos financeiros ao fundo, com gráfico de barras. A matéria explica a alta das criptomoedas em 2023.

E as criptomoedas?

O bitcoin e o ethereum se recuperaram na quinta-feira. Às 17h30 (de Brasília), o bitcoin subia 3,18%, a US$ 43.989,99, segundo a Binance. Já a ethereum avançava 3,01%, a US$ 2.274,30. Saiba mais sobre as cotações.

Foto: Kanchanara/Unsplash

Como fecharam ontem as bolsas de valores em Nova York

As bolsas de Nova York fecharam sem direção única, após dados indicarem resiliência do mercado de trabalho e do setor de serviços nos Estados Unidos.

O resultado ameaça confiança de investidores de que o Federal Reserve (Fed) cortará juros agressivamente a partir de março, em um movimento que tem esfriado o ímpeto positivo que havia impulsionado Wall Street na reta final de 2023.

O índice Dow Jones encerrou a sessão em alta de 0,03%, a 37.440,34 pontos; o S&P 500 caiu 0,34%, a 4.688,68 pontos; e o Nasdaq caiu 0,56%, aos 14.510,30 pontos.

Com informações do Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo