Dólar fecha acima de R$ 5,67 apesar de atuação do BC

A pressão tradicional de saída de capitais no fim do ano, porausa de remessas de lucros e pagamento de dividendos, foi acrescida ao fortalecimento global do dólar antes da decisão de juros do Fed

Dólar termina a semana em queda (Foto: Pixabay)

O dólar comercial fechou em alta de 1,01%, negociado a R$ 5,6711. A pressão tradicional de saída de capitais no fim do ano, por causa de remessas de lucros e pagamento de dividendos, foi acrescida ao fortalecimento global do dólar antes da decisão de juros do Federal Reserve, na quarta-feira (15). Apesar de um novo leilão de dólares no mercado à vista pelo BC, que injetou US$ 905 milhões, a moeda americana fechou perto da máxima do dia, de R$ 5,6777.

No exterior, o dia também foi de ganho do dólar, que se beneficia da postura mais cautelosa dos investidores antes da decisão do Fed. Além disso, outros BCs importantes também atualizam suas políticas monetárias “Dizer que esta será uma semana movimentada é um eufemismo…são 20 decisões de juros esta semana”, ponderam analistas do banco Brown Brothers Harriman, dos EUA.

“Embora o Fed seja obviamente o mais importante, o Banco da Inglaterra (BoE) e o Banco Central Europeu (BCE) também serão importantes para definir as expectativas do mercado em relação a 2022. Acreditamos que a divergência entre estes BCs continuará a ser um elemento-chave dos mercados de câmbio: de modo geral, o Fed mais inclinado à retirada de estímulos irá manter o rali do dólar em vigor”, pontuam os analistas do Brown Brothers Harriman.

Na visão dos analistas do banco Wells Fargo (EUA), embora as expectativas de mercado já indiquem um tom mais duro do BC americano, ainda há espaço para surpresas nesse sentido. Para além da aceleração do ritmo de redução do volume de compras de ativos (‘taper‘), a coletiva de imprensa com o presidente do Fed, Jerome Powell, podem trazer novidades”.

Com informações do Valor Econômico.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 19.maio.2022 às 12h37
Dólar opera em queda, abaixo dos R$ 4,95, de olho no exterior

O movimento reflete o enfraquecimento da moeda americana frente outras divisas emergentes

Redação IF Publicado em 19.maio.2022 às 11h27
Ibovespa sobe com ajuda de Vale e siderúrgicas

Mercado acionário doméstico resiste a nova abertura negativa em NY

Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 09h39
Bolsas europeias caem mais de 2% e futuros de NY sinalizam continuidade das perdas

Clima de cautela prevalece nos negócios em meio às preocupações com o impacto da inflação elevada no crescimento econômico global

Redação IF Publicado em 18.maio.2022 às 17h47
TCU forma maioria para aprovar privatização da Eletrobras

Governo aguarda aprovação do tribunal para fazer a capitalização da companhia ainda este ano

Redação IF Publicado em 18.maio.2022 às 09h50
Petróleo sobe com redução dos bloqueios na China

Nesta manhã, o petróleo Brent e o West Texas Intermediate (WTI) sobem perto de 1%