Ibovespa tem o melhor mês desde dezembro de 2020

Índice teve uma valorização próxima a 7% no mês em meio à forte demanda estrangeira pelas ações locais

Após oscilar entre pequenas quedas e altas ao longo do dia, o Ibovespa fechou o pregão no positivo, ampliando os ganhos acumulados em janeiro. Com uma valorização próxima a 7% no mês, a principal referência da bolsa local anotou seu melhor desempenho mensal desde dezembro de 2020, em meio à forte demanda estrangeira pelas ações locais.

O Ibovespa encerrou a segunda-feira em alta de 0,21%, aos 112.143,51 pontos. O índice oscilou entre os 111.195 pontos, na mínima do dia e os 112.678 pontos, na máxima intradiária. O volume financeiro negociado dentro do Ibovespa hoje foi de R$ 23,38 bilhões, em linha com a média anual de 2022.

Segundo analistas, pode haver uma realização de lucros nos próximos pregões, mas, no momento, a faixa dos 109,4 mil pontos, que vinha sendo considerada uma resistência importante para o índice, passa a funcionar como um suporte para eventuais quedas.

No acumulado mensal, o Ibovespa registrou valorização de 6,98%, o que configura o melhor desempenho para o índice em um mês desde novembro de 2020, período em que subiu 9,30%. A performance da renda variável local contraria amplamente a tendência observada nos principais índices em Nova York. Apesar dos ganhos desta segunda-feira, em janeiro, o Dow Jones caiu 3,32%, o S&P 500 recuou 5,26% e o Nasdaq amargou perdas de 8,98%.

Nas últimas semanas, foi observada uma demanda elevada de investidores estrangeiros por ações locais. Apenas na quinta-feira, R$ 3,29 bilhões em recursos externos entraram no segmento à vista do mercado secundário da B3. O montante já chega a R$ 28,14 bilhões em janeiro, maior aporte observado desde novembro de 2020.

Analistas têm atribuído o movimento à saída global de recursos dos Estados Unidos, motivada pela postura mais dura do Federal Reserve (Fed) no combate à inflação, especialmente em ações de tecnologia que contém múltiplos mais caros e elevadas premissas de crescimento embutidas em seus preços.

A realização de lucros em empresas ligadas a commodities limitou os ganhos do Ibovespa hoje. As ações da Vale caíram 3,33%, liderando as perdas do índice, enquanto os papéis ON da Petrobras fecharam em queda de 1,73%. JBS recuou 2,69%, BRF caiu 2,28% e CSN Mineração teve baixa de 2,38%.

Na ponta positiva, ações que vinham sofrendo com a dinâmica no mercado da renda fixa ou por questões ligadas à pandemia de covid-19 se recuperaram hoje. Azul subiu 7,99%, Banco Pan avançou 7,58%, Gol teve ganhos de 7,52% e CVC anotou alta de 5,93%.

Fonte: B3 e Valor PRO. Elaboração: Valor Data

Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 18h00
Ibovespa tem sessão de alta liderada por Petrobras e sobe 0,29% na semana

Entre as baixas, se destacaram empresas do setor de minério de ferro devido à preocupação com a retomada da China

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 17h45
Juros futuros fecham em queda, em linha com taxas dos títulos públicos globais

Medo de recessão nos EUA pesou mais do que riscos fiscais no Brasil

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 15h23
Track&Field anuncia programa de recompra de ações; conheça a estratégia

Muitos motivos levam uma empresa a realizar uma OPA, e você pode ganhar dinheiro com isso

Redação IF Atualizado em 01.jul.2022 às 15h13
Dólar dispara e supera R$ 5,33 com temores de recessão global no radar

Mercado também repercute aprovação de PEC que libera gasto bilionário às vésperas das eleições

Manhã Inteligente Publicado em 01.jul.2022 às 11h11
Queda generalizada nas Bolsas de Valores do Brasil e EUA, PEC aprovada pelo Senado

Isabella Carvalho e Caio Camargo falam sobre esses e outros assuntos que podem afetar seu bolso nesta sexta (1)

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 10h21
Criptomoedas iniciam julho no vermelho com bitcoin abaixo de US$ 20 mil

Bitcoin teve sua pior perda trimestral em mais de uma década