5 ações baratas para investir neste momento

Fomos atrás desses papéis e encontramos 5 oportunidades, segundo os analistas de mercado

O mercado de renda variável oscila por diversos motivos. Por exemplo, conjunturas política e econômica, o bom ou mau humor dos investidores, as expectativas quanto ao futuro das empresas, do cenário econômico, e por aí vai. Nesse sobe e desce constante, algumas vezes surgem grandes oportunidades de comprar ações baratas e promissoras.

Quando uma ação está com o preço mais baixo do que realmente ela vale, ou seja, subavaliada pelo mercado, os analistas costumam dizer que o papel está “descontado”. Assim, investir nesses papéis pode ser uma boa oportunidade de obter lucros mais altos no futuro.

Mas é bom lembrar que no mercado de renda variável não há 100% de certeza em nenhum investimento, mas com o auxílio de bons analistas, a chance de acertar é mais alta.

Para isso, a casa de análise Nord Research enviou à Inteligência Financeira uma avaliação de ações baratas de cinco empresas que podem garantir bons lucros no longo prazo.

Antes de mais nada, é preciso entender que “ações baratas” não são aquelas com valor nominal baixo, mas sim, com grande capacidade de valorização.

Então, é bom avaliar. Uma ação que custa R$ 40, mas tem boa expectativa de crescimento, está mais barata do que oura de R$ 10, mas sem boas perspectivas.

Entendido isso, vamos aos números:

PRIO3 (PRIO3)

A PRIO (PRIO3), antiga PetroRio, é especializada na gestão eficiente de reservatórios e no aperfeiçoamento de campos maduros. A principal estratégia da companhia para crescimento de resultados é aumentar seus níveis de produção e racionalizar seus custos.

O relatório da Nord aponta que o campo de Peregrino pode entrar como uma oportunidade, sendo a Prio (PRIO3) a maior interessada. Caso a venda aconteça e a companhia leve o campo, haveria um acréscimo de 60 mil barris ao dia na sua produção. Atualmente a companhia atua em três linhas: revitalização do Campo de Frade, o desenvolvimento do Campo de Wahoo, e Albacora Leste.

O custo de extração continua caindo e vai para baixo de US$ 10 em 2022. A expectativa da empresa é que, com os novos campos, o custo caia -37% para entre US$ 6 a US$ 8 por barril.

Com enorme potencial de crescimento, a PRIO negocia a seis vezes o Ebitda no momento e, para 2024, com os resultados esperados do mercado, negociaria a “míseros 2,6 vezes Ebitda.”

A avaliação favorável à PRIO (PRIO3) também vem do BTG Pactual. Conforme comunicado da empresa, “A Petrorio permanece barata mesmo depois de subir 72% no acumulado do ano e é negociada a 3,1x e 2,1x EV/Ebitda em 2023 e 2024 com base nas premissas de brent acima.”

Panvel (PNVL3)

A análise da Nord também conta com small caps. A Panvel (PNVL3), rede de farmácias do sul do país, cresceu muito nos últimos anos. Aliás, deve continuar nessa caminhada no curto prazo. A empresa fez uma nova oferta de ações em 2020, e migrou para o mais alto nível de governança corporativa da B3.

De acordo com a análise da Nord, no momento, as atenções estão voltadas para o mercado de farmácias no Sul do país. Afinal, por ali vem ganhando market share nos três estados. Mas, a partir de 2025, a companhia não nega que pode haver uma expansão em São Paulo e em outros estados, como Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul.

Com a expansão do número de lojas e maiores vendas médias, o crescimento será apenas consequência para a empresa — tudo isso fora a implementação do marketplace, que é um caminho natural para o setor. “Atualmente, sendo negociada com um valuation atraente de 7,5x o Ebitda, recomendamos compra para PNVL3.”

A avaliação positiva é corroborada pelo banco Safra. “Reiteramos nosso rating de compra para PNVL3 e preço-alvo de R$ 20,80 por ação, pois os resultados do 3T22 atestam a capacidade da empresa em melhorar a produtividade das lojas, ao mesmo tempo em que executa seu plano de expansão bastante arrojado”. A ação fechou o pregão de 24 de novembro em R$ 10,72. Diante de tudo isso, a PNVL3 está entre as ações baratas recomendadas pelos especialistas.

Petz (PETZ3)

A Petz (PETZ3) abriu, em 12 meses, 50 unidades. O crescimento de lojas também contribui para o avanço da estratégia omnichannel (que é a venda feita em vários canais, como lojas físicas e internet) da empresa, que utiliza as lojas como mini hubs para sustentar o avanço das vendas digitais (já representam mais de 30% do faturamento total) e melhorar sua eficiência logística.

Com todas as engrenagens funcionando, a Petz consegue ofertar seu ecossistema cada vez mais completo de produtos e serviços aos seus clientes e, assim, continuar entregando crescimento. A companhia está negociando a apenas 13x do Ebitda — confirmando uma grande oportunidade no varejo atualmente.

De acordo com as relações com os investidores da PETZ3, de 13 instituições financeiras que acompanham a empresa, 12 tem recomendação de compra, com preços alvo de até R$ 28. A companhia estava cotada a R$ 7,85, no fechamento de 24 de novembro.

Kepler (KEPL3)

Diante das ações baratas, a Kepler (KEPL3) aproveita todo o crescimento do agronegócio sem plantar, colher e vender commodities agrícolas. A companhia é especialista em soluções de armazenagem e pós-colheita para produtores, indústrias e terminais portuários e ferroviários. Basicamente, a Kepler produz silos e equipamentos de movimentação, limpeza e secagem de grãos.

A Nord Research ressalta que desde 2010, a empresa cresceu seu Ebitda, em média, 60% ao ano, principalmente com o círculo virtuoso das commodities agrícolas nos últimos dois anos.

Aproveitando o ciclo das commodities agrícolas, o Ebitda da Kepler cresceu cerca de 85% desde 2019. Apesar da alta de cerca de 480% das ações nesse mesmo período, a companhia continua sendo uma boa oportunidade, dizem os analistas de mercado.

EDP (ENBR3)

A EDP Energias do Brasil (ENBR32), lembram os analistas da Nord Research, é uma das geradoras mais eficientes da nossa cobertura. Afinal, no terceiro trimestre de 2022 (3T22), o volume de energia distribuída apresentou aumento de 1% ao ano (ou 1,9% ao ano, no acumulado do ano).

Aliado a isso, a equipe de analistas observou uma melhora de indicadores econômicos, como redução da taxa de desemprego e aumento das atividades nos setores de comércio e serviços. A classe residencial e comercial apresentou bom crescimento, que foi minimizado pela desaceleração da atividade industrial do período.

Além disso, a companhia é uma boa alternativa de dividendos com um dividend yield de 10,02%. Suas ações negociam a um valuation muito atrativo de 4,5 x Ebitda.