Itaú oferece carteira automatizada para clientes

Serviço tem recomendações dos times de Research do Itaú, e rebalanceamento automático

Fazer a gestão de um portfólio de investimentos de forma equilibrada e estratégica pode ser algo complexo. Porém, para simplificar a jornada dos investidores, o Itaú disponibilizou a opção de carteira automatizada para todos os segmentos de clientes, pela Itaú Corretora.

Trata-se de uma funcionalidade que permite às pessoas seguirem as recomendações dos times de especialistas e analistas do Itaú Unibanco e do Itaú BBA. Dessa maneira, eventuais mudanças e atualizações de ativos recomendados são realizadas automaticamente.

Qual é o objetivo da carteira automatizada?

Em resumo, a carteira automatizada nasce para atender à demanda de clientes interessados em aplicações em renda variável, mas que não estavam totalmente confortáveis em efetuar individualmente as alocações, bem como acompanhar e rebalancear periodicamente as posições a partir das situações do mercado.

“Trabalhamos para desenvolver um serviço de alocação em ativos de renda variável para os investidores com transparência e praticidade. Esperamos ser tanto a porta de entrada para os clientes que desejam começar a investir nesse mercado, bem como para aqueles que, por falta de tempo para as movimentações e acompanhamento de mercado, preferem deixar que essas definições sigam as recomendações da equipe de Research do Itaú”, explica Claudio Sanches, diretor de produtos de investimento e previdência do Itaú Unibanco.

Quando o rebalanceamento é feito

De acordo com Sanches, um diferencial do serviço é que o rebalanceamento se dará apenas quando fizer sentido dentro das condições de mercado. “E não obrigatoriamente em certa periodicidade. Dessa forma, evitamos custos desnecessários de corretagem para os investidores, e respeitamos nossa cultura de centralidade no cliente”, complementa.

Além disso, outro ponto de destaque é que a entrada do cliente nesse serviço se dá em qualquer momento do mês, e não apenas no começo, o que faz com que não se perca o timing em busca de bons retornos.

Carteiras já disponíveis

Primeiramente, o banco criou duas carteiras automatizadas. Uma delas é a Top 5, formada pelas cinco principais ações escolhidas pela equipe de Research do Itaú BBA. Neste caso, o objetivo é a valorização e a performance, que obteve 31,55%  de rentabilidade em 2022, sendo reconhecida como a melhor do mercado no ano e também com o segundo melhor desempenho nos primeiros seis meses de 2023*.  

Além da Top 5, o Itaú disponibiliza também a Carteira Dividendos. Este investimento tem cinco ações de empresas que com altos índices de distribuição de dividendos (dividend yeld).

Assim, com expectativa de geração de caixa, esta carteira é uma alternativa para investidores com interesse em um portfolio de renda. Só para se ter uma ideia, a performance acumulada da Carteira de Dividendos desde sua criação, em janeiro de 2012, é de 332%, ante um desempenho do índice Ibovespa de 108%.

Como funciona a Carteira Automatizada

A Carteira Automatizada tem valor mínimo de R$10 mil. Esta verba é distribuída entre as 5 ações recomendadas. Assim, a cada rebalanceamento, além das entradas e saídas de determinados papeis, as posições das ações são reajustadas para que se retorne a esse mesmo percentual igualitário entre elas.

Vantagens

No Itaú, os clientes contam com taxa zero de corretagem em ações, BDRs, ETFs e Opções para clientes que negociam exclusivamente via canais digitais no home broker da Itaú Corretora ou pelo aplicativo íon Itaú.

As aplicações automáticas pelo serviço Carteira Automatizada têm custo de 0,5% sobre volume de compra na adesão e compra/venda nos rebalanceamentos. Isso já acontece conforme a prática de mercado. Feita a aplicação, os clientes poderão acompanhar suas posições em todos os detalhes a partir do app íon Itaú.