Dica do especialista: quer investir em criptoativos? Então conheça bem o produto e saiba manejar riscos

Dessa forma, é possível tentar se proteger de uma eventual queda do mercado
Pontos-chave:
  • É comum afirmar que os criptoativos são mais arriscados.
  • Isso porque as criptomoedas têm volatilidade muito alta.

Investir em criptoativos requer uma certa habilidade para tentar lidar com os riscos que o produto traz.

Diante disso, o primeiro passo, claro, é não colocar todo o seu capital nesse tipo de ativo financeiro.

“Você também pode, por exemplo, abrir uma posição short no futuro [que significa vender um ativo que ainda não possui na carteira], enquanto está comprando no mercado spot [onde as operações de compra e venda são realizadas de forma imediata]. Essa dica é uma forma do investidor se proteger de uma eventual queda mais forte do mercado”, ensina Luca Benedetti, analista de Research do Mercado Bitcoin.

Criptoativos têm maior volatilidade

Dessa forma, para Benedetti é comum afirmar que os ativos digitais são mais arriscados.

“Afinal de contas, essa é a forma como o mercado age com esse tipo de produto. Isso porque, as criptomoedas têm volatilidade muito alta, tanto para subir quanto para descer”, analisa.

Então, ainda de acordo com o especialista, é importante ter esse tipo de atenção quando lida com ativos como Luna Classic (LUNC), Dotcoin (DOT), Shiba Inu (SHIB), por exemplo.

“Todos [esses produtos] têm essa característica de serem ativos um pouco mais voláteis. Até porque, eles estão associados muito ao investidor de varejo, que não tem a mesma sagacidade de um investidor mais profissional”, explica Benedetti.

Portanto, já sabe: antes de investir em criptoativos aprenda como manejar os riscos e estude os fundamentos desses produtos.

Sobre o nosso Manhã Inteligente

Quer ficar por dentro dos assuntos que estão em alta no cenário econômico e ainda ter dicas sobre finanças?

Então não perca o Manhã Inteligente, que acontece de segunda a sexta-feira, aqui no site da Inteligência Financeira e também nas nossas redes sociais (Linkedin e Instagram) e YouTube, sempre às 8h30.