Dica do especialista: nem tudo o que reluz é criptomoeda

Saiba o que de fato você está comprando

Se você está cada vez interessado no assunto criptomoedas, saiba que agora é o momento de estudar a respeito deste universo.

Dessa forma, é possível ter maior discernimento do que você está comprando.

“A CVM acertou ao usar a regulação internacional MiCA, que diz o seguinte: ‘se tiver natureza de valor mobiliário, eu vou considerar esse criptoativo como valor mobiliário’. Portanto, da mesma forma que nem tudo que reluz é ouro, nem tudo que se chama criptomoeda é, de fato, cripto”, analisa Juliana Facklmann, diretora de regulação e design de produtos da 2TM.

Esteja atento às criptomoedas

Além disso, a especialista diz também que a CVM traz diversas dicas sobre a tecnologia dos criptoativos, como os riscos dessa tecnologia.

“E ainda que não seja caracterizada como valor mobiliário para a CVM, é importante, cada vez mais, que o investidor esteja atento. Nem tudo o que parece estar fora da regulação de fato está fora da regulação”, afirma.

Sobre o nosso Manhã Inteligente

E aí, quer entender e saber tudo o que está acontecendo dentro do cenário econômico e, claro, ainda descobrir diversas dicas sobre finanças?

Então não deixe de assistir o Manhã Inteligente, que acontece de segunda a sexta-feira, aqui no site da Inteligência Financeira e também nas nossas redes sociais (Linkedin e Instagram) e YouTube, sempre às 8h30.