Morning call: agenda esvaziada não impede investidor de se atualizar antes da abertura

Não há fato relevante no horizonte do mercado nesta quinta-feira; mercado acomoda carteiras de investimentos pós-decisão do Copom

O morning call indica que não há fato relevante na agenda econômica desta quinta-feira (20). Mas nem por isso deixamos de apresentar na Inteligência Financeira informações importantes que o investidor deve saber antes da abertura do mercado.

Vamos a elas?

Pós-Copom

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) sinalizou na quarta-feira (19) que manterá a taxa básica de juros em 10,5% até a expectativa de inflação para 2025 convergir para a meta.

A decisão do colegiado foi unânime, apesar das fortes críticas feitas na véspera pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, e ao nível dos juros. Os quatro diretores indicados por Lula votaram pela manutenção da Selic, incluindo Gabriel Galípolo, da diretoria de Política Monetária, tido como favorito para substituir Campos Neto na presidência do BC a partir de janeiro de 2025.

Resumo do Copom: taxa básica deve seguir estável à frente. A decisão já era dada como certa pelo mercado, de forma a não surpreender gestores nem investidores.

Nesta quinta-feira, o mercado repercute a decisão do Copom o que deve se refletir na movimentação das carteiras de investimentos. Antes da decisão do Copom, o mercado precificava alta de juros. Isto está refletido na curva de juros e na rentabilidade dos títulos de curto prazo.

O real também segue sob pressão. No acumulado de 2024, porém, o real se tornou na qurta a moeda com pior desempenho, com o dólar em alta de 12,14% frente à divisa brasileira.

A bolsa de valores fechou a quarta-feira (19) em 0,53%, aos 120.261.

Então, vale dizer também que o mercado pode seguir repercutindo a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom). Na quarta-feira, o Banco Central anunciou a manutenção da taxa básica de juros (Selic) no patamar de 10,50% ao ano. A decisão foi unânime.

Morning call: o que você precisa saber agora

A resposta do Itaú (ITUB4) sobre o pagamento de dividendos

Assim, o Itaú (ITUB4) acredita que com as informações disponíveis hoje será possível realizar mais um pagamento extraordinário de dividendos. Milton Maluhy Filho, presidente do banco, afirmou: “Prefiro ter pagamentos extraordinários recorrentes de dividendos do que definir ex-ante payout mais alto”. Quer saber mais, basta clicar aqui.

Novidade na privatização da Sabesp (SBSP3)

Então, outra notícia importante envolve a Sabesp (SBSP3).

Dessa forma, a empresa conseguiu autorização dos credores para a troca de controle da companhia.

Esse era um dos passos necessários para a privatização. Essa informação indica que a companhia está cada vez mais próxima da privatização. Saiba mais sobre o assunto.

Por fim, o dólar

É importante saber também que o BTG Pactual indicou que o risco fiscal amplia o enfraquecimento do real e, com isso, deixa a moeda brasileira na lanterna entre emergentes. Com isso, a instituição financeira elevou a projeção para o dólar no fim deste ano. Quer saber quanto? Confira aqui.

Bolsas da Ásia seguem direções distintas após China manter juros

Os principais índices acionários da Ásia encerraram o dia seguindo sinais mistos, após o banco central da China manter suas taxas inalteradas. O Banco Popular da China (PBoC) manteve a taxa básica de juros de empréstimo de um ano estável em 3,45%, enquanto a taxa de cinco anos foi mantida em 3,95%,

Assim, na China continental, o índice Xangai Composto caiu 0,40%, para 3.005,44 pontos. As ações do setor imobiliário lideraram as perdas, já que o sentimento continuou fraco depois que os preços dos imóveis caíram em um ritmo mais rápido em maio nas principais cidades, apesar das recentes medidas de estímulo. O Poly Developments & Holdings Group caiu 2,6% e o China Vanke teve queda de 3,5%.

Já em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,5%, para 18.335,32 pontos. Os setores de saúde e de consumo lideraram as perdas no índice de referência. A Haidilao International caiu 5,9% e a Sino Biopharmaceutical caiu 5,3%.

Por sua vez, o índice Kospi, da bolsa de Seul, subiu 0,4% para fechar em 2.807,63 pontos, seu maior nível desde 21 de janeiro de 2022. A empresa de energia SK Innovation subiu 16%, em uma possível fusão com a afiliada de negócios de energia renovável do controlador SK Group. A Korea Gas subiu 14%, com as esperanças renovadas em relação ao plano de perfuração de petróleo offshore do governo.

Em Tóquio, o índice Nikkei subiu 0,20%, para 38.633,02 pontos, com os ganhos das ações de produtos eletrônicos ajudando a compensar as perdas das ações de corretoras e imobiliárias. A Advantest ganhou 3,7% e a Murata Manufacturing subiu 1,7%, enquanto a Mitsubishi Estate caiu 1,7%

Na Índia, o índice Sensex subiu 0,23%, a 77.517,75 pontos, com os ganhos das ações do setor automotivo ajudando a compensar as perdas das ações financeiras e de tecnologia. A Tata Motors subiu 0,5% e a Mahindra & Mahindra subiu 0,2%.

Com informações do Valor Econômico.

Leia a seguir

Leia a seguir