Privatização da Sabesp (SBSP3): credores autorizam troca de controle

Este é um dos passos necessários para a privatização, segundo o presidente da Sabesp, André Salcedo

A Sabesp (SBSP3) conseguiu autorização de seus credores para a troca de controle da companhia, um dos passos necessários para a privatização, segundo o presidente, André Salcedo.

O grupo obteve o waiver [aval para a troca de controle sem quitação antecipada das dívidas] de credores que respondem por R$ 22 bilhões em dívidas, que incluem debêntures, empréstimos com bancos nacionais e com organismos multilaterais. Apenas para uma parcela “irrisória” dos credores, que detém R$ 50 milhões, houve o pré-pagamento, “em benefício do processo como um todo”, disse o executivo.

“É um passo super importante. Em outras desestatizações, [o waiver dos credores] foi um gargalo. Então no nosso caso antecipamos muito isso. Iniciamos o processo no fim do ano passado”, afirmou Salcedo.

No caso dos debenturistas, que respondiam por R$ 10 bilhões das dívidas em março, a taxa de negociação (waiver fee) foi de 0,10% flat.

Com isso, internamente, a Sabesp está praticamente pronta para a alienação do controle. “Do nosso lado, a governança está encaminhada, o estatuto aprovado, também divulgamos a política de dividendos. Haverá um ajuste ou outro de preparo para receber novos acionistas, mas mais do ponto de vista informacional interno”, disse.

Com informações do Valor Econômico.

Leia a seguir

Leia a seguir