Itaú Unibanco (ITUB4) paga R$ 0,44 por ação em JCP nesta sexta-feira

Banco desembolsou mais de R$ 5,2 bilhões entre dividendos e juros sobre capital próprio no primeiro semestre de 2023

Investidores com ações do Itaú Unibanco (ITUB3; ITUB4) na carteira recebem nesta sexta-feira (25) o pagamento de juros sobre o capital próprio (JCP) aprovado pelo conselho de administração do banco em 7 de junho. Além disso, haverá um acréscimo de JCP declarados em 13 de março.

Assim, nesta nova rodada de distribuição de proventos, o banco vai desembolsar cerca de R$ 0,44 por ação.

Isso será feito com base na posição acionária em 19 de junho. Ou seja, quem comprou os papéis da instituição financeira a partir de 20 de junho não vai receber.

Em seu site de relações com investidores, o Itaú Unibanco destaca que desde julho de 1980 vem remunerando os acionistas por meio de pagamentos mensais e complementares (dividendos e/ou juros sobre capital próprio).

Sendo que os extras, ressalta o banco, têm ocorrido duas vezes ao ano e são igualmente distribuídos para donos de ações ordinárias e preferenciais.

No relatório do último balanço financeiro, reportado em 7 de agosto, o Itaú informa que já pagou mais de R$ 5,2 bilhões entre dividendos e JCP no primeiro semestre de 2023.

Com base no documento, foram distribuídos R$ 2,623 bilhões no primeiro trimestre, e R$ 2,660 bilhões no segundo trimestre.

Por fim, na teleconferência de apresentação dos resultados, o presidente-executivo do banco, Milton Maluhy Filho, sinalizou que há espaço para aumentar remuneração aos acionistas.

“Nosso objetivo não é reter capital”, disse Maluhy Filho na ocasião sobre a chance de aumento do payout, que é a parte do lucro que uma empresa distribui aos seus acionistas na forma de dividendos e JCP.