Ações em alta: Dexco (DXCO3) e petroleiras se destacam em dia de fechamento recorde

Ações em alta de petroleiras e bancos foram destaque com máxima do Ibovespa; papel de Casas Bahia (BHIA3) cai para R$ 0,50

O Ibovespa bateu a máxima histórica de 130 mil pontos nesta quinta-feira (14) e, entre as ações em alta, o destaque ficou com a Dexco (DXCO3). A companhia controlada pela Itaúsa, holding do Itaú Unibanco, anunciou na noite de quarta-feira o pagamento de R$ 174 milhões em valor bruto em Juros sobre Capital Próprio (JCP). Hoje, o papel da empresa subiu 4,79%, a maior alta do Ibovespa.

As petroleiras também se destacaram no dia, com altas no setor privado e na Petrobras. A estatal engatou altas de 2,33% nas ações ON (PETR3) e 2,17% na PN (PETR4). Por outro lado, a Casas Bahia teve a maior baixa da bolsa, com o papel da varejista caindo 5,66%.

Ações em alta: Petroleiras, varejistas e um banco

A alta nas ações da Dexco (DXCO3) ocorre no mesmo dia em que a Itaúsa (ITSA3;ITSA4) anunciou que vendeu toda sua participação na XP Investimentos (XPBR31).

As petroleiras contribuíram para a renovação de máxima no Ibovespa nesta quinta. A ação preferencial da Petrobras (PETR4) foi destaque no pregão, mas outras ações bluechips (as de maior liquidez na bolsa) tiveram altas importantes para o índice.

A ação da Vale (VALE3) fechou em alta de 0,55%, movimentando R$ 2,17 bilhões no pregão. No setor financeiro, Itaú PN (ITUB4) subiu 0,83%, enquanto o papel da B3 (B3SA3) se valorizou em 2,77%, com volume de transação de R$ 1,04 bi.

Com segunda maior alta do dia, logo atrás da Dexco, a ação da Prio (PRIO3) teve ganhos de 4,53%. Entre as varejistas, o ativo de Lojas Renner teve a maior valorização da categoria, em 4,30%.

Confira as dez principais altas do Ibovespa

  1. Dexco (DXCO3): +4,79%
  2. Prio (PRIO3): +4,53%
  3. MRV ON (MRVE3): +4,23%
  4. Localiza ON (RENT3): +3,80%
  5. Assaí ON (ASAI3): +3,25%
  6. 3R Petroleum (RRRP3): +3,00%
  7. BTG Pactual UNIT (BPAC11): +2,96%
  8. Yduqs ON (YDUQ3): +2,90%
  9. Cosan ON (CSAN3): +2,82%
  10. Arezzo & Co. ON (ARZZ3): +2,80%

Ações em baixa: Casas Bahia (BHIA3) no fundo da lanterna

Por outro lado, as varejistas de consumo listadas no Ibovespa não tiveram um dia de ganhos, mas sim de perdas. Ao contrário de companhias focadas em consumo discricionário, Casas Bahia e Magazine Luiza figuraram entre as piores ações do Ibovespa nesta quinta-feira (14).

O papel da varejista fundada pela família Klein despencou 5,56%. A ação ON de Casas Bahia (BHIA3) assim, passou a valer R$ 0,50, ainda no território de penny stocks (ativos abaixo de R$ 1). A ação do Magazine Luiza (MGLU3), por sua vez, se desvalorizou em 3,95%, após engatar sequências de alta.

Logo em seguida, a ação ordinária do Grupo Natura (NTCO3) teve queda de 5,22%.

Confira abaixo as dez ações com maiores baixas no Ibovespa hoje

  1. Casas Bahia (BHIA3): -5,56%
  2. Grupo Natura (NTCO3): -5,22%
  3. Petz ON (PETZ3): -4,98%
  4. Magazine Luiza ON (MGLU3): -3,95%
  5. SLC Agrícola (SLCE3): -3,68%
  6. IRB Resseguradora (IRBR3): -3,19%
  7. CVC ON (CVCB3): -2,30%
  8. CSN Mineração (CMIN3): -2,05%
  9. Pão de Açúcar ON (PCAR3): -1,94%
  10. Embraer ON (EMBR3): -1,89%