Renda fixa: como escolher o melhor ativo para você

Quase 12 milhões de pessoas investem em renda fixa no Brasil. Tesouro Direto, CDBs, LCI e LCA são só algumas das opções

O número de investidores em produtos de renda fixa cresceu 27% nos últimos 12 meses até junho, chegando a 11,9 milhões de pessoas. Os dados fazem parte de um estudo da B3 sobre a evolução de investidores no país. 

No Tesouro Direto, houve um aumento de 29% na quantidade de investidores, com 2 milhões de pessoas físicas. Em paralelo, o investimento em títulos emitidos por empresas também tem chamado atenção. São eles: CDBS, RDBs, LC, LCI, LCA, CRA, CRI, debêntures, notas comerciais e letras hipotecárias.  

É uma verdadeira sopa de letrinhas. Para te ajudar a entender um pouco mais desse universo, Isabella Carvalho, repórter da IF, conversou com Lucas Queiroz, estrategista do Research voltado para pessoa física do Itaú BBA.  

Enquanto isso, no Twitter…

Em breve, a renda fixa deve passar por mudanças. Dessa vez, a questão é regulatória. Bancos e corretoras vão precisar “marcar a mercado” o valor de alguns títulos de renda fixa. E aí o assunto tem repercutido nas redes. O Rodrigo Campos falou sobre isso. Ele disse que isso vai dar susto em muita gente, e que as pessoas precisam se informar bastante.

Na prática, o que isso traz de mudanças práticas para os investidores? Descubra no Manhã Inteligente!