Quanto renderam R$ 50 mil em fundos imobiliários em 2023?

Retorno dos fundos imobiliários variou de +110% a -70% dentro do IFIX; veja os melhores e piores fundos de 2023 e a rentabilidade de cada um

Anúncios relacionados ao retorno do programa Minha Casa Minha Vida e à queda dos juros Selic foram alguns dos motivos da rentabilidade positiva dos fundos imobiliários (FIIs) ao longo do ano passado. Porém, entre os diversos FIIs, o desempenho dos ativos foi bastante discrepante em 2023. Saiba quanto renderam R$ 50 mil em fundos imobiliários em 2023, considerando aqueles com as maiores oscilações, tanto para cima, quanto para baixo.

Primeiro, antes de detalhar o desempenho dos ativos em si, é importantes saber que o IFIX, índice do setor com os fundos imobiliários mais negociados, subiu 15,5% em 2023. Portanto, quem aplicou R$ 50 mil no IFIX em 2023 recebeu de volta, no final do ano, R$ 57.750. Se descontada a inflação, o ganho real é de mais de 11%.

Retorno dos fundos imobiliários chegou a 110%

Dessa maneira, entre os que mais renderam dentro do IFIX, o retorno positivo chegou a 110%. Ou seja, quem alocou R$ 50 mil no HTMX11 recebeu de volta mais de R$ 105 mil.

Este fundo tem um portfólio com hotéis no principal corretor econômico da cidade de São Paulo. Seu portfólio engloba ativos nas avenidas Faria Lima, Juscelino Kubitschek, Engenheiro Luís Carlos Berrini e Paulista.

“Com o retorno dos grandes eventos, o fundo Hotel Maxinvest, do BTG, foi o grande destaque dentre os fundos imobiliários no ano passado”, afirma o analista de fundos imobiliários da Empiricus Research Caio Nabuco de Araújo.

Além disso, os dez fundos que mais renderam dentro do IFIX obtiveram, na média, retorno de 45,44%.

Assim, uma carteira com os 10 fundos mais rentáveis teria devolvido o total de R$ 72,7 mil em 12 meses em caso de investimento de R$ 50 mil.

Confira os fundos imobiliários com os maiores retornos em 2023. Mas, um detalhe. O levantamento, conduzido por Einar Rivero, da consultoria Elos Ayta, a pedido da Inteligência Financeira, não leva em consideração a liquidez dos ativos.

Quanto renderam R$ 50 mil em fundos imobiliários (entre os mais rentáveis)

Código do fundoTipoRetorno em 2023Valor total para R$ 50 mil investidos
HTMX11Hotel110,79%R$ 105.395
TEPP11Lajes corporativas50,20%R$ 75.100‬
KFOF11TVM38,89%R$ 69.445
RBVA11Varejo38,66%R$ 69.330
BRCO11Lajes corporativas37,27%R$ 68.635
JSAF11TVM36,14%R$ 68.070
BCIA11TVM35,85%R$ 67.925
RCRB11Lajes corporativas35,68%R$ 67.840
HGFF11Lajes TVM35,46%R$ 67.730‬
XPML11Shoppings35,42%R$ 67.710
Levantamento de Einar Rivero, da consultoria Elos Ayta, a pedido da Inteligência Financeira

Fundos Imobiliários entre os piores

Por outro lado, o retorno dos fundos imobiliários entre os piores de 2023 chegou a prejuízos de quase 70%. Na média, os 10 piores FIIs de 2023 tiveram rentabilidade negativa de 34,47%.

A pior queda dentre os fundos imobiliários foi o do TORD11. Quem investiu R$ 50 mil nele, viu no final do ano retornarem para sua mão apenas R$ 15 mil.

O Tordesilhas EI (TORD11), assim como o Devant Recebíveis Imobiliários (DEVA11) e o Versalhes RI (VSLH11) são fundos ligados à Gramado Parks, projeto que enfrenta séria crise financeira e de um calote imobiliário no ano passado.

Veja a lista dos piores fundos a seguir e o retorno (negativo) de cada um deles.

Rentabilidade dos FIIs menos rentáveis de 2023

Código do fundoTipo Retorno em 2023Valor total para R$ 50 mil investidos
TORD11Outros-69,91%R$ 15.045
HCTR11TVM-56,18%R$ 21.910
VSLH11TVM-49,90%R$ 25.050‬
DEVA11TVM-43,17%R$ 28.415‬
BLMG11Híbrido-37,66%R$ 31.170‬
XPPR11Híbrido-24,80%R$ 37.600‬
BTRA11Outros-20,54%R$ 39.730‬
SARE11Híbrido-18,57%R$ 40.715
VINO11Híbrido-12,53%R$ 43.735
BCRI11TVM-11,45%R$ 44.275
Levantamento de Einar Rivero, da consultoria Elos Ayta, a pedido da Inteligência Financeira

Com a colaboração de Renato Jakitas, repórter especial da Inteligência Financeira