Mercados dos EUA fecham em alta impulsionados pelas empresas de tecnologia 

Tanto o Nasdaq como o S&P 500 estão agora positivos em 2024; já o Dow Jones permanece negativo no ano

Os mercados americanos fecharam em alta na quinta-feira (18), quando as empresas de tecnologia, lideradas pela Apple, impulsionaram o mercado e puxaram os principais índices para território positivo. 

O Dow Jones subiu 0,54%, recuperando-se da perda de 143,72 pontos no início do pregão, enquanto o Nasdaq subiu 1,35% para fechar em 15.055,65. Por fim, o S&P 500 subiu 0,88% para terminar em 4.780,94. 

Tanto o Nasdaq como o S&P 500 estão agora positivos em 2024, com subidas de 0,30% e 0,23%, respetivamente. O Dow Jones permanece negativo no ano, com queda de 0,59%. 

A taxa do Tesouro de 10 anos subiu para 4,14% na quinta-feira, com novos dados de emprego indicando aperto contínuo no mercado de trabalho. Os primeiros pedidos de seguro-desemprego chegaram a 187 mil na semana encerrada em 13 de janeiro, uma queda de 16 mil em relação ao período anterior, de acordo com o Departamento do Trabalho. Isso foi mais forte do que a estimativa de consenso dos economistas de 208 mil. 

Além disso, o presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, disse na quinta-feira que espera que o banco central comece a reduzir as taxas no terceiro trimestre. Embora isso seja mais cedo do que Bostic esperava anteriormente, também coloca o Fed num ritmo de corte mais lento do que o mercado esperava.

Confira abaixo os destaques da corretora Avenue:

Humana (HUM) 

As ações caíram 7,99% depois que a seguradora de saúde informou em documento que teve custos médicos acima do esperado no quarto trimestre, o que também pode pesar em sua previsão para 2024. A Humana também disse acreditar que as tendências emergentes estão afetando a indústria de forma mais ampla. As ações da UnitedHealth caíram quase 3%, enquanto a CVS Health perdeu cerca de 5%. A companhia vale cerca de US$ 50 bilhões. 

Fastenal (FAST) 

As ações subiram 7,18% depois que a empresa de distribuição superou as expectativas de Wall Street para o quarto trimestre. Fastenal ganhou 46 centavos por ação com receita de US$ 1,76 bilhão, enquanto os analistas previam 45 centavos por ação com receita de US$ 1,75 bilhão. Fastenal disse que obteve um impulso nas vendas unitárias, bem como com os ventos favoráveis da moeda. A companhia vale cerca de US$ 38 bilhões. 

Birkenstock (BIRK) 

A empresa alemã de calçados caiu 7,72% após alertar que seus lucros anuais ficarão sob pressão à medida que busca uma expansão global. Foi o primeiro relatório de lucros da Birkenstock como empresa pública. A companhia vale cerca de US$ 9 bilhões. 

KeyCorp (KEY) 

O banco com sede em Cleveland caiu 4,62% depois de reportar lucro ajustado por ação no quarto trimestre de 3 centavos, abaixo dos 38 centavos do ano anterior. A receita líquida de juros também caiu ano após ano, para US$ 928 milhões, de US$ 1,2 bilhão no quarto trimestre de 2022. A companhia vale cerca de US$ 12 bilhões. 

Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. (TSM) 

A Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. (TSMC) reportou seus resultados nesta quinta-feira (18), antes da abertura do mercado. Os números superaram as expectativas de Wall Street e as ações reagiram de forma positiva. 

Números Gerais: 

  • Receitas: US$ 19,62 bilhões vs. US$ 19,61 bilhões esperado pelos analistas. 
  • Lucro por Ação: US$ 1,44 ajustado vs. US$ 1,38 estimado. 
  • O TSMC possui um valor de mercado de cerca de cerca de US$ 572 bilhões, P/E (price/earnings) de 20,59, um dividend yield de 1,74% e no ano as suas ações sobem cerca de 8%. 

Com informações da Avenue