Queda nas ações da Scholastic (SCHL) e mais: confira os destaques do mercado dos EUA

Mercado norte-americano fechou em tons mistos na sexta-feira

O mercado norte-americano fechou em tons mistos na sexta-feira (15), após os três índices principais marcarem sua sétima semana consecutiva de altas. O destaque negativo do dia ficou para as ações da Scholastic (SCHL), que caíram cerca de 12% depois que a editora e distribuidora de livros infantis relatou um declínio de 4% na receita ano a ano no segundo trimestre fiscal.

O Dow Jones fechou em alta de 0,2%, em 37.305,16. O S&P 500 caiu 0,01%, para 4.719,19, enquanto o
Nasdaq fechou em alta de 0,4%, para 14.813,92.

Os movimentos na sexta-feira podem ter sido exagerados pelo vencimento simultâneo de futuros e opções de índices de ações, bem como de opções sobre ações, no evento trimestral conhecido como “triple witching”.

Até sexta-feira, o Dow havia subido 3,8% no mês. O S&P 500 tivera alta de 3,3%, enquanto o Nasdaq de 4,1% em dezembro.

Wall Street recuperou-se depois que o Fed admitiu na quarta-feira que os seus esforços para conter a inflação estão ganhando força e indicando que três cortes nas taxas de juro ocorrerão em 2024, estimulando o sentimento positivo dos investidores.

Os dados de vendas no varejo de novembro, que foram mais fortes do que o esperado na quinta-feira, após as leituras de inflação mais frias desta semana, somaram-se às esperanças de que o Federal Reserve possa navegar por um “soft landing”.

Mesmo assim, o presidente do Fed de Nova York, John Williams, reprimiu a euforia em torno da flexibilização das taxas do banco central no próximo ano, em entrevista na sexta-feira.

Confira abaixo os destaques da corretora Avenue:

Scholastic (SCHL)

As ações caíram cerca de 12% depois que a editora e distribuidora de livros infantis relatou um declínio de 4% na receita ano a ano no segundo trimestre fiscal, citando “ventos contrários” ao mercado de varejo. A companhia vale cerca de US$ 1 bilhão.

Quanex Building Products (NX)

A fabricante de telas para janelas e portas caiu quase 11%, apesar de registrar lucros no quarto trimestre que superaram as expectativas dos analistas. No entanto, a empresa absteve-se de fornecer orientações “prematuras”, prometendo, em vez disso, revisitar o tema no próximo ano, durante os lucros do primeiro trimestre. A companhia vale cerca de US$ 1 bilhão.

Costco (COST)

As ações da varejista atacadista subiram mais de 4% depois de divulgar resultados fiscais do primeiro trimestre que superaram as expectativas de Wall Street. A Costco relatou lucro de US$ 3,58 por ação sobre receita de US$ 57,80 bilhões e declarou um dividendo especial de US$ 15. A companhia vale cerca de US$ 292 bilhões.

Com informações da Avenue