Título público: RendA+ tem R$ 500 milhões em estoque

Papel, que nasceu há 2 meses, representa 15% do total do Tesouro Direto

Em pouco mais de dois meses em negociação na B3, o novo título do Tesouro Direto, o RendA+ Aposentadoria Extra, alcançou R$ 504 milhões em estoque.

O papel, que tem características previdenciárias, representa 15% do total das vendas líquidas no período, de R$ 3,3 bilhões.

Quem investe no RendA+

Segundo o Tesouro, o novo título foi comprado por 36 mil pessoas, com valor médio de aplicação de R$ 586,00.

O investimento é corrigido pela inflação com acréscimo de uma taxa real fixa, atualmente acima de 6%. Na nova modalidade, o interessado deve escolher uma data para começar a receber a renda extra, que será paga por 20 anos, ou 240 meses.

Como funciona o RendA+

O valor do “salário” dependerá da quantia aportada. É possível começar a investir com cerca de R$ 30.

“Do total de investidores, 23% (8,5 mil investidores) ingressaram no Programa Tesouro Direto por meio dos novos títulos. Os papéis do Renda+ preferidos no intervalo analisado foram o Tesouro Renda+ Aposentadoria Extra 2030, com R$ 196,6 milhões em compras liquidadas (39% do total). A faixa etária entre 40 e 59 anos é a que mais se destaca representando 41% mas com 65% de todo o estoque”, destacou o Tesouro.

“O ritmo médio de venda do novo título é de mais de R$ 10 milhões por dia, o que levaria a um estoque de R$ 2,5 bilhões em um ano”, complementou. Neste título, a taxa de custódia é isenta para o investidor que carregar o investimento por todo o prazo escolhido, até o limite de até seis salários-mínimos de renda mensal.

Leia a seguir

Leia a seguir