Cripto: em busca de um piso para queda pós-ETF, bitcoin se estabiliza

No período, bitcoin se afastou do pico recente de US$ 48 mil e perdeu até a marca de US$ 40 mil, cenário que muitos analistas descrevem como resultado do fenômeno 'compre o rumor, venda o fato'

O bitcoin oscilou entre ganhos e perdas nesta quinta-feira, 25, mas apresentava viés positivo no final da tarde, enquanto investidores tentam encontrar um piso para a queda do ativo desde a aprovação do ETF (fundo negociado em bolsa) da criptomoeda à vista por reguladores americanos.

Por volta das 17h25 (de Brasília), o bitcoin subia 0,57%, a US$ 39.951,84, enquanto o ethereum caía 0,06%, a US$ 2.213,64, de acordo com a Binance.

Depois de um lançamento conturbado, no começo deste mês, o aguardado ETF à vista inspirou certa cautela no mercado. O produto emitido pela Grayscale, por exemplo, registrou uma retirada de US$ 2,8 bilhões entre 11 de janeiro e a sexta-feira passada, de acordo com o The Wall Street Journal.

Nesse período, o bitcoin se afastou do pico recente de US$ 48 mil e perdeu até a marca de US$ 40 mil, em um cenário que muitos analistas descrevem como resultado do fenômeno “compre o rumor, venda o fato”.

O movimento se estabilizou nos últimos dias, também ajudado pelo sentimento de risco benigno em Wall Street, que levou os índices Dow Jones e S&P 500 às máximas históricas.

No entanto, o analista Alex Kuptsikevich, da corretora FxPro, ainda não decreta o fim da tendência de desvalorização. “Observamos que o bitcoin não estava vendido em excesso antes da estabilização, e os ursos que aproveitam o mercado em baixa podem usar a atual calmaria para acumular liquidez antes de outra liquidação”, afirma.

Com informações de Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo