Fintech Magalu entra em cripto com parceria com Mercado Bitcoin

O negócio envolve a negociação de critpoativos na plataforma da varejista e uso do cartão da fintech na plataforma no MB

A fintech Magalu, braço financeiro do Magazine Luiza, vai negociar criptomoedas em sua plataforma e aplicativo por meio de uma parceria com o Mercado Bitcoin (MB).

Inicialmente, serão oferecidos três tokens a um público de mais de 9 milhões de usuários da conta digital MagaluPay. Ao todo, a varejista tem 37 milhões de clientes.

Já os usuários do Mercado Bitcoin poderão utilizar um cartão da fintech para movimentações e compras.

Além das negociações de criptomoedas, o negócio envolve também a emissão e o processamento de cartões. A plataforma de ativos digitais do Mercado Bitcoin será integrada ao MagaluPay para permitir compra, venda e custódia de criptoativos.

“Para muitos desses clientes, esse será o primeiro contato com criptoativos e a oportunidade de iniciar investimentos em moedas digitais, a partir de R$ 1”, disse Leandro Hespanhol, diretor comercial e de novos negócios da Fintech Magalu.

O novo cartão, emitido pela fintech, para os usuários do Mercado Bitcoin será num primeiro momento na modalidade pré-pago e virtual. Futuramente também terá a função crédito. Será a primeira vez que os clientes do Mercado Bitcoin terão um cartão à disposição para movimentar seus saldos.

“A parceria traz mais usabilidade para as reservas em criptoativos e praticidade aos nossos milhões de clientes, que poderão usar o cartão em qualquer compra”, disse Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin.

O braço financeiro do Magazine Luiza foi criado a partir da integração de três diferentes startups adquiridas: Bit55, Stoq e Hub Fintech. Além dos consumidores da varejista, a fintech também responde pela operação de pagamento de aplicativos de entrega, caminhoneiros e transportadores de algumas empresas do ecossistema do Magazine Luiza.