Mercado está otimista com resultado da Multiplan, que será divulgado hoje

Administradora de shoppings de elite mostra resiliência diante de desafios

A resiliência das administradoras de shoppings centers voltados para os públicos A e B já é conhecida de outras crises econômicas. Principalmente na última delas, a da pandemia, quando esse tipo de empresa foi a que se saiu melhor no setor.

Neste quarto trimestre de 2022 não foi diferente.

Enquanto o varejo comum amargou um Natal e uma Black Friday abaixo das expectativas, ainda atrapalhados pelas eleições e Copa do Mundo, a Multiplan – assim como o Iguatemi – tiveram números muito expressivos no período, apresentados na prévia operacional.

Nesta quinta-feira (9), após o encerramento das negociações na B3, a Multiplan vai divulgar seu balanço financeiro referente ao quarto trimestre e terá uma nova chance de impressionar os analistas e investidores, da mesma forma que impressionou com seu recorde de vendas no período.

Com base nos dados operacionais, a XP Investimentos afirmou que, diante do sucesso em vendas, vê espaço para que continue ampliando suas receitas com locação.

“Esperamos mais um trimestre de resultados robustos para a Multiplan, com continuidade do crescimento do aluguel nas mesmas lojas (SSR), dada a eficiência da empresa no repasse de aluguéis acima da inflação (IGP-DI), auxiliada pelo desempenho recorde de vendas no período”, completou o relatório assinado pelo analista de real estate Ygor Altero.

Quais são as projeções para Multiplan?

A XP projeta que a companhia que administra shoppings como Morumbi Shopping, Shopping Analia Franco, BH Shopping e BarraShopping, tenha uma alta de 17% em sua receita líquida na comparação com o 4º tri de 2021.

E um aumento de 33% no resultado operacional (Ebitda), além de expansão de 8,7 pontos percentuais na margem Ebitda, para 72,7%.

Para o BTG Pactual, o segmento de shoppings está “indo muito bem” e deve apresentar bom desempenho, com as fortes vendas garantindo os bons resultados.

O banco projeta alta de 8% na receita, 17% no Ebitda e elevações no lucro líquido de 19% – na comparação anual – e 37% na trimestral, totalizando R$ 254,8 milhões na última linha.

“Os shoppings de alta renda devem ter um crescimento da receita impressionante novamente, já que eles conseguem repassar a inflação para os aluguéis”, afirmou a equipe de análise do banco.

Como foi o operacional?

Na prévia operacional, divulgada no início de janeiro, ficou evidente que a Black Friday surpreendeu os shoppings da Multiplan, diante de um público que sofre menos com os efeitos macroeconômicos.

As vendas na semana da Black Friday aumentaram 18,9% em relação a 2021, superando o consenso e a média do varejo brasileiro.

Além disso, as vendas de Natal atingiram níveis recordes, aumentando 12,7% em relação a 2021, e impulsionadas por um fluxo de veículos ligeiramente maior (2,7% em relação a 2021) durante a semana.

O segmento de serviços teve o maior crescimento de vendas mesmas lojas – variação de desempenho entre as lojas já abertas um ano atrás – no período, saltando 22,3% na comparação anual e 54,7% no acumulado de 2022 ante todo ano de 2021, empurrado por um desempenho positivo dos cinemas.

No mais, restaurantes e varejo continuaram com uma tendência positiva avançando 44,7% e 32,2% na comparação com 2021.

Itaú, Credit e Goldman também estão otimistas

O Itaú BBA afirmou que, apesar dos números saudáveis do setor, os investidores adotam uma posição mais cautelosa em relação ao segmento devido às preocupações com as perspectivas macro e a volatilidade das taxas de juros reais.

Por isso, os analistas do Itaú BBA preferem portfólios dominantemente expostos à alta renda, com a Multiplan sendo sua principal escolha no setor.

O Credit Suisse avalia que apesar de menos impressionante que o terceiro trimestre, as vendas permaneceram em um nível saudável, atingindo um recorde anual de R$ 20 bilhões, e espera bons resultados financeiros. O banco lembrou que as eleições e a Copa atrapalharam os volumes nos shoppings.

Segundo Goldman Sachs, o portfólio focado em AAA da Multiplan deve impulsionar um crescimento resiliente e real do aluguel, dada a exposição a ativos de alta qualidade com um mix de inquilinos diferenciado que pode impulsionar o poder de precificação desses aluguéis.

Leia a seguir

Leia a seguir