Morning call: como o mercado vai reagir em compasso de espera pela Super Quarta?

Na segunda-feira, Ibovespa fechou em queda de 0,40%, aos 118.288,21 pontos

O morning call de hoje apresenta uma pergunta principal: qual será o comportamento do mercado à espera das decisões que vão surgir da Super Quarta?

Na segunda-feira, o Ibovespa fechou em queda de 0,40%, aos 118.288,21 pontos – resultado ficou perto da mínima, que foi de 118.122,66 pontos. Importante lembrar que na semana passada o principal índice da bolsa fechou com valorização de quase 3%.

Agenda do dia

Hoje, além da primeira parte da reunião do Copom, há também o princípio do encontro do Federal reserve (Fed) nos Estados Unidos. Em ambos os casos, começa-se a discutir a taxa básica de juros tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos.

Esses dois eventos compõem o principal da agenda do dia.

Mas a bolsa por aqui também sofre impacto do que acontece na Ásia, principalmente na China. Vamos, então, ao fechamento do mercado por lá:

Bolsas na Ásia

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta terça-feira, com investidores mantendo a cautela antes da decisão de juros do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA).

Na volta de um feriado, o índice japonês Nikkei caiu 0,87% em Tóquio hoje, a 33.242,59 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 0,60% em Seul, a 2.559,21 pontos, e o Taiex registrou perda de 0,37% em Taiwan, a 16.636,32 pontos.

Na China continental, o tom dos negócios foi também negativo: o Xangai Composto teve baixa marginal de 0,03%, a 3.124,96 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,88%, a 1.904,65 pontos.

Exceção, o Hang Seng avançou 0,37% em Hong Kong, a 17.997,17 pontos, sustentado por ações ligadas a commodities.

Investidores na Ásia e em outras partes do mundo estão em compasso de espera antes da reunião de política monetária do Fed. Há um quase consenso de que o Fed manterá seus juros básicos nos níveis atuais.

Outras decisões de juros estão previstas nesta semana. A China revisa suas taxas no fim da noite de hoje, o Reino Unido, na quinta-feira, 21, e o Japão, na sexta.

E na Oceania?

Na Oceania, a bolsa de Sydney acompanhou o viés asiático e ficou no vermelho hoje, também pressionada por ata do BC australiano (RBA), que manteve uma tendência “hawkish” (de aperto monetário), embora a instituição tenha deixado seu juro principal inalterado por três reuniões seguidas.

O S&P/ASX 200 caiu 0,47%, a 7.196,60 pontos.

Com informações da Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo