Agenda do BC: ata do Copom e IBC-Br são os destaques da semana

A ata do Copom será publicada na terça-feira (13) às 8h e trará mais detalhes sobre as discussões acerca da redução da taxa básica de juros

A semana do Banco Central (BC) será marcada pela divulgação da ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) e pela publicação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) de março.

A ata do Copom será publicada na terça-feira (13) às 8h e trará mais detalhes sobre as discussões acerca da redução da taxa básica de juros, a Selic, de 10,75% para 10,50% ao ano.

A decisão dividiu o colegiado, com cinco integrantes votando pela redução de 0,25 ponto percentual (p.p.) e outros quatro defendendo o corte de 0,5 p.p.

Além disso, o colegiado deixou de sinalizar qual seria o andamento da política monetária para a próxima reunião, marcada para 18 e 19 de junho.

Desde o início do atual ciclo de cortes de juros, em agosto de 2023, o Copom vinha fazendo sinalizações dos passos futuros dos juros.

IBC-Br será divulgado na quarta-feira

Já na quarta-feira (14), o BC divulga o IBC-Br referente ao mês de março às 9h. O indicador é considerado uma espécie de prévia do PIB.

Também na quarta-feira está prevista a divulgação dos resultados do Questionário Pré-Copom. O questionário foi enviado pelo BC a agentes de mercado duas semanas antes da reunião do comitê e contém perguntas sobre o cenário econômico brasileiro e internacional.

No início desta semana, nos dias 12 e 13, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, estará na Basiléia, Suíça, para participar da reunião bimestral do Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês).

30 anos do Plano Real no foco do BC

Entre os dias 15 e 17, será realizada a segunda edição da Conferência Anual do Banco Central (BC) no edifício-sede da instituição em Brasília.

O então presidente do Banco Central, Gustavo Franco, participa de entrevista coletiva. Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo – 28/10/1997

O evento contará com uma homenagem ao ex-presidente do BC, Carlos Langoni, e terá uma mesa redonda sobre os 30 anos do Plano Real com participação dos ex-presidentes do Banco Central, Gustavo Franco, Gustavo Loyola, Pedro Malan e Persio Arida.

Com informações do Valor Pro, serviço de notícias em tempo real do Valor Econômico