Ibovespa perde R$ 660 bilhões em três anos. E contando…

Saída de recursos de investidores estrangeiros de ações brasileiros não para, diz levantamento do Bank of America

O valor de mercado das empresas que compõem o Ibovespa encolheu R$ 660 bilhões desde o pico em julho de 2021.

Esse movimento teve liderança dos fundos, de ações e os chamados fundos de hedge, que aplicam em vários mercados ao mesmo tempo.

Só eles retiraram das ações que compõem o principal índice da bolsa brasileira o equivalente a R$ 450 bilhões.

Os números são de um relatório do Bank of America divulgado nesta sexta-feira (21).

Mas esta não é pior notícia

Segundo o BofA, os resgates de recursos não dão sinais de que vão parar muito em breve.

“A dimensão dos resgates de fundos locais não está diminuindo e o Brasil continua perdendo fluxos estrangeiros”, escreveu David Beker, chefe de estratégia do BofA.

Na verdade, na semana passada, os fundos de ações locais tiveram saídas de R$ 1 bilhão e os fundos multimercado tiveram saídas de R$ 3,6 bilhões.

Assim, em 2024 até agora, as empresas do Ibovespa perderam R$ 250 bilhões em valor de mercado.

Assim, o valor bursátil combinado das empresas do índice está em R$ 2 trilhões (contra R$ 2,6 trilhões em julho de 2021).

Inflação, juro alto e deterioração fiscal

Esse movimento vem na esteira de uma piora em indicadores macroeconômicos do país.

Após uma escalada da inflação em 2021, o Banco Central subiu o juro básico do país de 2% para 13,75% ao ano.

Desde agosto passado, o BC começou a reduzir a Selic. Nesta semana, porém, o órgão interrompeu o ciclo em 10,5% citando, entre outras preocupações, estimativas de mais inflação adiante.

Além disso, o BC também citou incertezas na política monetária dos Estados Unidos e a necessidade de disciplina na condução da política fiscal no Brasil

Leia a seguir

Leia a seguir

Em abril, o governo brasileiro piorou sua previsão fiscal para 2025, de superávit de 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB), para déficit zero.

Brasil na contramão dos emergentes?

Enquanto os fundos globais sacaram cerca de US$ 2 bilhões da bolsa brasileira em 2024, os mercados emergentes tiveram entradas de US$ 58 bilhões, embora a maioria disso tenha ido para a China.

O BofA também mencionou uma pesquisa com gestores de recursos sobre expectativas para a América Latina.

A consulta mostrou que, apesar dos preços bastante depreciados das ações, poucos apostam numa recuperação no curto prazo.

Na verdade, de 30 instituições responsáveis por cerca de US$ 65 bilhões em recursos sob gestão na região, só 7% acreditam que o Ibovespa fechará 2024 na casa dos 140 mil ou acima.

Nesta sexta-feira, o índice tinha alta de cerca de 0,7%, na faixa dos 121 mil pontos. No acumulado do ano, tem queda de quase 10%.

Excluindo ações de empresas de commodities, como Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3), o índice está cerca de 20% abaixo de sua média histórica, segundo o BofA.