Confira a agenda de resultados de empresas brasileiras do 1° trimestre de 2024

Confira as principais informações da temporada de balanços

Confira a seguir a agenda de resultados do período de janeiro a março de um grupo seleto de empresas brasileiras na B3.

Assim, a lista inclui as integrantes do Ibovespa e algumas companhias com listagem em bolsas dos Estados Unidos, casos de Nubank e de XP.

Os dados são dos websites de relações com investidores  das próprias companhias e podem passar por atualizações.

Em destaque, aparecem as empresas cujos resultados a Inteligência Financeira acompanhará diretamente.

Itaú Unibanco (ITUB4) lucra R$ 9,8 bi no 1º tri

O Itaú Unibanco (ITUB4) anunciou que teve lucro recorrente de R$ 9,8 bilhões no primeiro trimestre, alta de 15,8% ante mesmo período de 2023. O número veio levemente acima da previsão média de analistas consultados pela Inteligência Financeira para o período, de R$ 9,6 bilhões. Além disso, o retorno recorrente sobre o patrimônio líquido (ROE), que mede quanto um banco remunera o capital dos acionistas , ficou em 21,9%.

Lucro da BB Seguridade (BBSE3) vai a R$ 2 bi e cresce 10,4%

A BB Seguridade (BBSE3) registrou lucro líquido gerencial de R$ 2 bilhões no primeiro trimestre de 2024, com alta de 10,4% frente ao mesmo período de 2023. Segundo a companhia, houve melhora nos prêmios ganhos de seguros e da sinistralidade, além de crescimento de receitas de corretagem e aumento dos volumes arrecadados em previdência e capitalização.

Lucro do Mercado Livre (MELI34) dispara 71% no 1º tri

O Mercado Livre (MELI34) anunciou que teve lucro líquido de US$ 344 milhões no primeiro trimestre, um salto de 71% ante mesma etapa de 2023. O volume de vendas (GMV, na sigla em inglês) cresceu 20% (+36% no Brasil e +42% no México), para US$ 11, 4 bilhões. Isso compensou em parte o desempenho mais fraco na Argentina. No braço de serviços financeiros Mercado Pago, a carteira de crédito fechou março em US$ 4,4 bilhões, aumento de 46% na comparação anual.

WEG (WEGE3) tem lucro de R$ 1,33 bi no 1º trimestre

A WEG (WEGE3) teve lucro líquido de R$ 1,33 bilhão no primeiro trimestre, alta de 1,6% na comparação anual. As receitas da companhia do setor industrial chegaram a R$ 8,03 bilhões entre janeiro e março, crescimento de 4,4% sobre o mesmo período de 2023. Já o resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) foi de R$ 1,77 bilhões no primeiro trimestre, alta de 4,8% no ano. Assim, a margem Ebitda aumentou 0,1 ponto percentual no período, a 22%.

Bradesco (BBDC4) lucra R$ 4,21 bilhões

O Bradesco (BBDC4) teve lucro líquido recorrente de R$ 4,211 bilhões no primeiro trimestre, com alta de 46,3% na comparação com o quarto trimestre e queda de 1,6% ante igual período do ano anterior. O resultado ficou acima da média das projeções dos analistas consultados pelo Valor Econômico, parceiro de conteúdo da Inteligência Financeira, que apontavam ganho de R$ 3,954 bilhões. O lucro contábil do Bradesco foi de R$ 4,211 bilhões no primeiro trimestre, alta de 147,3% no trimestre e queda de 1,6% em 12 meses.

Santander (SANB11) tem lucro líquido de R$ 3,021 bilhões

O Santander Brasil (SANB11) registrou lucro líquido recorrente de R$ 3,021 bilhões no primeiro trimestre de 2024, uma alta de 41,2% no comparativo anual, enquanto na comparação com o quarto trimestre do ano passado, houve um crescimento de 37,1%.

Segundo o banco, o salto nos resultados é fruto da estratégia apresentada ao longo do ano passado e mostra uma retomada do crescimento, bem como uma melhoria no custo de crédito. O Santander afirma ainda que tem avançado na diversificação da carteira.

EmpresaData de divulgação do balançoCall com analistas
CCR (CCRO3)6/5 – após fechamento do mercado7/5
Itaú Unibanco (ITUB4)6/5 – após fechamento do mercado7/5, 10h
TIM (TIMS3)6/5 – após fechamento do mercado7/5, 9h30
Rede D’Or (RDOR3)6/5 – após fechamento do mercado7/5, 11h
Vamos (VAMO3)6/5 – após fechamento do mercado7/5, 11h
Engie Brasil (EGIE3)7/5 – após fechamento do mercado8/5, 11h
BRF (BRFS3)7/5 – após fechamento do mercado8/5, 10h
Carrefour Brasil (CRFB3)7/5 – após fechamento do mercado8/5, 10h
Embraer (EMBR3)7/5 – antes da abertura do mercado7/5, 9h
Telefonica Brasil (VIVT3)7/5 – após fechamento do mercado8/5, 11h
Raia Drogasil (RADL3)7/5 – após fechamento do mercado8/5, 10h
Prio (PRIO3)7/5 – após fechamento do mercado8/5, 15h
Arezzo (ARZZ3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 10h
Eletrobras (ELET3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 13h30
Energisa (ENGI11)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 14h
Vibra (VBBR3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 10h
Copel (CPLE6)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 10h
Braskem (BRKM5)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 11h
Taesa (TAEE11)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 9h
Banco do Brasil (BBAS3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 11h
Dexco (DXCO3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 10h
MRV (MRVE3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 9h
Cogna (COGN3)8/5 – após fechamento do mercado9/5
Totvs (TOTS3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 11h
Ambev (ABEV3)8/5 – antes da abertura do mercado8/5, 12h30
Lojas Renner (LREN3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 11h
3R Petróleo (RRRP3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 14h
Grupo Soma (SOMA3)8/59/5
Minerva (BEEF3)8/59/5
Ultra (UGPA3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 11h
SLC Agrícola (SLCE3)8/5 – após fechamento do mercado9/5
Casas Bahia (BHIA3)8/5 – após fechamento do mercado9/5, 14h
PetrorReconcavo (RECV3)8/5 após fechamento do mercado9/5, 11h
Suzano (SUZB3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 10h
Alpargatas (ALPA3)9/5 – após fechamento do mercado10/5
Fleury (FLRY3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 11h
CVC (CVCB3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 10h
Hapvida (HAPV3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 11h
Allos (ALOS3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 14h
Petz (PETZ3)9/5 – após o fechamento do mercado10/5, 11h
B3 (B3SA3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 10h
CPFL (CPFE3)9/510/5
Cyrela (CYRE3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 11h
CSN Mineração (CMIN3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 10h
CSN (CSNA3)9/5 – após fechamento do mercado10/5
Locaweb (LWSA3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 10h
Rumo (RAIL3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 14h
Sabesp (SBSP3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 11h
Magazine Luiza (MGLU3)9/5 – após fechamento do mercado10/5, 9h
Cemig (CMIG4)10/5 – após fechamento do mercado14/5, 10h
Yduqs (YDUQ3)10/5 – após fechamento do mercado13/5, 9h
Azul (AZUL4)13/5 – antes da abertura do mercado13/5, 12h
Localiza (RENT3)13/5 – após fechamento do mercado14/5, 12h
Raízen (RAIZ4)13/5 – após fechamento do mercado14/5
Itaúsa (ITSA4)13/5 – após fechamento do mercadoSem previsão
IRB Brasil (IRBR3)13/5 – após fechamento do mercado14/5, 11h
Natura&Co (NTCO3)13/5 – após fechamento do mercado14/5, 9h
BTG Pactual (BPAC11)13/5 – antes da abertura do mercado13/5, 11h
Gol (GOLL4)14/5 – antes da abertura do mercado14/5
Petrobras (PETR4)13/514/5
Nubank (NU.U)14/5 – após fechamento do mercado14/5, 19h
JBS (JBSS3)14/5 – após fechamento do mercado15/5, 9h
Eneva (ENEV3)14/515/5
Bradespar (BRAP4)14/5Não faz
Marfrig (MRFG3)15/5 – após fechamento do mercado16/5, 9h
Equatorial (EQTL3)15/5 – após fechamento do mercado16/5, 14h
XP (XP.O)21/521/5
Cosan (CSAN3)28/529/5
São Martinho (SMTO3)*17/618/6
* São Martinho e Raízen utilizam como parâmetro o ano safra 2023/24, terminado em março. Portanto, seus resultados de janeiro a março correspondem ao quarto trimestre fiscal.

Com informações do Valor Pro, serviço de notícias em tempo real do Valor Econômico, e Estadão Conteúdo