Bolsas da Europa sobem antes da ata do Fed, mas HSBC e Glencore derrubam Londres

A ação do HSBC tombava 7,3% em Londres por volta das 6h45 (de Brasília), após o banco britânico divulgar um inesperado prejuízo no 4T23

As bolsas europeias operam majoritariamente em alta modesta na manhã desta quarta-feira, enquanto investidores aguardam ata de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). A exceção é o mercado inglês, que cai após balanços decepcionantes do HSBC e da Glencore.

A ação do HSBC tombava 7,3% em Londres por volta das 6h45 (de Brasília), após o banco britânico divulgar um inesperado prejuízo trimestral causado por baixas contábeis bilionárias de investimentos na China.

Já a Glencore viu seu Ebitda ajustado anual cair pela metade, à medida que os preços do carvão recuaram depois de atingir níveis recordes em meio à guerra da Rússia na Ucrânia. Também em Londres, a ação da mineradora anglo-suíça tinha queda de quase 6% no horário acima.

Em Paris, por outro lado, a ação do Carrefour saltava 4,8%, após a varejista francesa superar expectativa de lucro e anunciar um programa de recompra, em balanço divulgado na tarde de ontem.

Investidores na Europa também estão na expectativa pela ata da última reunião de política monetária do Fed, a ser publicada na tarde de hoje, diante de dúvidas sobre quando o BC americano poderá começar a reduzir juros.

Também hoje, está previsto indicador preliminar de confiança do consumidor da zona do euro.

Às 7h (de Brasília), a Bolsa de Londres caía 0,92%, enquanto a de Frankfurt subia 0,20% e a de Paris avançava 0,24%. Já as de Milão, Madri e Lisboa tinham ganhos de 0,75%, 0,36% e 0,24%, respectivamente.

Com informações da Dow Jones Newswires e do Estadão Conteúdo