Bolsas da Europa recuam, com cautela pré decisão de juros na zona do Euro

O foco hoje é a decisão de política monetária do BCE, que deverá deixar seus juros inalterados pela quarta vez seguida, uma vez que a inflação da zona do euro segue acima da meta de 2%

As bolsas europeias operam majoritariamente em leve baixa na manhã desta quinta-feira, à medida que investidores demonstram cautela antes do anúncio de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e digerem balanços e projeções de empresas alemãs.

O foco hoje é a decisão de política monetária do BCE, que deverá deixar seus juros inalterados pela quarta vez seguida nas próximas horas, uma vez que a inflação da zona do euro segue bem acima da meta oficial de 2%. O BCE também irá revisar projeções de inflação e crescimento econômico.

Na Alemanha, a Lufthansa decepcionou com o último balanço trimestral, e sua ação caía 0,9% em Frankfurt por volta das 6h50 (de Brasília). A empresa aérea, por outro lado, planeja retomar o pagamento de dividendos, depois de mais do que dobrar seu lucro em 2023. Já a marca de moda Hugo Boss desagradou com projeções para este ano, o que fazia sua ação tombar quase 18%.

No campo macroeconômico alemão, também há más notícias. Em janeiro, as encomendas à indústria da maior economia da Europa sofreram queda mensal de 11,3%, bem maior do que se previa.

Também segue no radar o presidente do Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA), Jerome Powell, que hoje fala no Senado americano. Ontem, em depoimento na Câmara dos Representantes, Powell reafirmou que o Fed provavelmente começará a cortar juros este ano.

Às 7h03 (de Brasília), a Bolsa de Londres caía 0,26%, a de Paris recuava 0,13% e a de Frankfurt cedia 0,22%. Já as de Milão e Lisboa tinham perdas de 0,11% e 0,12%, respectivamente. Exceção, a de Madri subia 0,55%.

Com informações da Dow Jones Newswires e do Estadão Conteúdo