Ibovespa cai 0,94% e vai a 127 mil pontos; dólar estabiliza a R$ 4,93

Ibovespa cai com queda expressiva em Hapvida (HAPV3) e Magazine Luiza (MGLU3), enquanto dólar opera estável contra o real

A bolsa de valores hoje abriu em alta, mas o desempenho virou para o campo negativo durante a manhã desta quinta-feira (18).

Dados divulgados ao longo do dia na Europa e falas de um dirigente do Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) deram um tom pessimista ao mercado brasileiro.

Assim, o Ibovespa hoje fechou o pregão em queda de 0,94%, a 127.315,27 pontos.

Por outro lado, o dólar apresentou uma ligeira alta, apontando para mais um dia de estabilidade frente o real brasileiro. A moeda americana subiu 0,02% nesta quinta-feira cotada a R$ 4,9311.

No cenário externo, o avanço dos títulos de renda fixa nos EUA, os Treasuries, afugentaram os investidores dos ativos de risco. O Ibovespa teve a segunda queda seguida, porque na sessão de quarta-feira o principal índice da bolsa desceu 0,60%.

Ibovespa hoje

O mercado brasileiro, que operava em alta durante a manhã, devolveu ganhos com as falas de um membro do Fed. O presidente da autoridade em Atlanta, Raphael Bostic, disse que precisa de mais sinais de que a inflação dos EUA está convergindo para a meta. “Um dos principais eventos para o mercado foram as falas do Bostic. Ele também sinalizou que não espera cortes de juros pelo Fed até o terceiro trimestre de 2024”, aponta Helder Wakabayashi, analista da Toro Investimentos.

O corte poderia ocorrer antes do terceiro trimestre caso a inflação venha mais fraca nos indicadores. É o que Bostic indicou.

A fala fortaleceu o dólar no cenário global e enfraqueceu um pouco as bolsas de Nova York. O Ibovespa, em contrapartida, devolveu a alta.

Entre os destaques do Ibovespa hoje, a notícia de uma possível fusão de ativos da 3R Petroleum (RRRP3) e PetroReconcavo (RECV3) levou as ações das duas petroleiras privadas a registrarem alta.

A companhia de energia sueca Maha Energy adquiriu participação relevante na 3R, acima de 5% do capital da brasileira. Partiu dos suecos a sugestão de fusão com a PetroReconcavo.

As ações da PetroReconcavo (RECV3) dispararam 11,70%, enquanto as de 3R Petroleum (RRRP3) subiram 7,62%. Foram as duas principais altas da bolsa.

Mesmo com a alta do minério de ferro no cenário internacional, de 2,59%, a ação da Vale (VALE3) pesou contra o Ibovespa, cedendo 0,65% hoje.

Quedas de 6,98% tanto em Magazine Luiza ON (MGLU3) quanto em Hapvida ON (HAPV3) também pressionaram o índice.

Dólar hoje

Simultaneamente, o dólar operava em alta pouco expressiva em relação ao real. A moeda norte-americana subia 0,02%, a R$ 4,9311.

Por outro lado, no exterior, a moeda norte-americana apresentou um pouco mais de força contra pares de economias desenvolvidas. O índice DXY, que mede o desempenho do dólar contra o iene e o euro, entre outros, subiu 0,08% a 103,536 pontos.

Melhores ações da bolsa de valores hoje

Mesmo considerando todos os índices da bolsa de valores brasileira, a maior alta de hoje ficou com a ação da PetroReconcavo (RECV3).

Confira as cinco principais ações da Bovespa nesta quarta-feira. Os papéis listados abaixo foram selecionados pelo critério de volume de transação igual ou acima de R$ 1 milhão.

  1. PetroReconcavo ON (RECV3): +11,70%
  2. 3R Petroleum ON (RRRP3): +7,62%
  3. Santos Brasil ON (STBP3): +3,22%
  4. Usiminas ON (USIM3): +2,78%
  5. Usiminas PNA (USIM5): +2,77%

Piores ações da Bovespa nesta quinta-feira (18)

Novamente, considerando todos os índices da Bovespa, a Gafisa (GFSA3) teve o pior desempenho da bolsa de valores hoje. A queda de 8,59% na ação veio após a divulgação, via fato relevante, de uma aquisição de 5,21% do capital da construtora pela Perene Capital.

Veja as cinco piores ações da bolsa de valores hoje. A lista segue o mesmo critério do ranking de melhores ações.

  1. Gafisa ON (GFSA3): -8,59%
  2. Magazine Luiza ON (MGLU3): -6,98%
  3. Hapvida ON (HAPV3): -6,98%
  4. Vamos ON (VAMO3): -6,47%
  5. Helbor ON (HBOR3): -6,23%

Bolsas de Nova York

As bolsas de Nova York fecharam em alta, com o Nasdaq liderando o movimento após as ações de tecnologia ganharem força. A Apple disparou após ganhar recomendação de compra, enquanto Boeing surfou em nova encomenda de aeronaves para buscar recuperação das perdas recentes.

No fim o pregão, o índice Dow Jones marcou alta de 0,54%, aos 37.468,61 pontos. O S&P 500 avançou 0,88%, aos 4.780,94 pontos, enquanto o Nasdaq subiu 1,35%, aos 15.055,65 pontos.

Bolsas da Europa

As bolsas da Europa fecharam em alta nesta quinta-feira em meio à temporada de balanços corporativos e após a ata do Banco Central Europeu (BCE) alimentar a expectativa pela próxima decisão de juros da autoridade monetária, na semana que vem.

Em Londres, o FTSE 100 registrou avanço de 0,17%, cotado a 7.459,09 pontos. O índice CAC 40, de Paris fechou com ganhos de 1,13%, aos 7.401,35 pontos. Já na bolsa de Frankfurt, o DAX subiu 0,83%, aos 16.567,35 pontos, enquanto em Milão o FTSE MIB avançou de 0,84%, aos 30.350,53 pontos.

Por fim, em Madrid, o Ibex 35 teve alta de 0,13%, cotado a 9.880,30. Enquanto isso, em Lisboa, o PSI 20 ficou estável, aos 6.322,62 pontos.

Com informações do Estadão Conteúdo