Qual é a fortuna de Warren Buffett?

Base da fortuna do bilionário está ligada à Berkshire Hathaway

Investidores do mundo todo estão sempre de olho nos movimentos de Warren Buffett. A última notícia envolvendo o bilionário e sua empresa, a Berkshire Hathaway, foi a revelação da nova aposta da holding, a seguradora Chubb. Será que, com essa mudança na carteira, o magnata ficará ainda mais rico? Afinal, qual a fortuna de Warren Buffett?

De onde vem a fortuna de Warren Buffett?

A base da fortuna de Warren Buffett está ligada à Berkshire Hathaway, conglomerado que reúne várias empresas, tais como a seguradora Geico e a fabricante de baterias Duracell. Conhecido como o “oráculo dos investimentos”, ele tem ações nas gigantes Apple (AAPL3), Coca-Cola (COCA34), American Express (AXP;AXPB34) e Kraft Heinz (KHCB34), entre outras.

O magnata norte-americano de 93 anos é filho de uma editora de jornais, Leila, e Howard Buffet, um corretor de ações, que, depois de perder o emprego, decidiu empreender e abrir sua própria empresa de investimentos.

Warren Buffett teria comprado ações pela primeira vez aos 11 anos; antes disso, aos 8, já lia sobre o assunto. A sua primeira declaração de impostos foi feita aos 13 anos de idade. Já entre a infância e adolescência ele trabalhava como entregador de jornais para ter o próprio dinheiro.

Pai de três filhos, após se tornar viúvo, ele se casou novamente. Segundo a Forbes, ele mora na mesma casa que adquiriu em Omaha, sua cidade natal, em 1958, por US$ 31.500.

Berkshire Hathaway

A Berkshire Hathaway, administrada há décadas por Buffett, registrou o maior lucro anual de sua história em 2023. A companhia — cujas divisões incluem seguros, BNSF (que opera a maior ferrovia de carga dos EUA), uma concessionária de energia, tênis de corrida Brooks, Dairy Queen (que produz, entre outros, o biscoito Oreo), a fabricante de tintas Benjamin Moore; a empresa de táxi aéreo NetJets; e doces See’s — divulgou US$ 97,1 bilhões em lucro líquido no ano passado. Trata-se de uma mudança acentuada em relação ao prejuízo de US$ 22 bilhões em 2022 devido a quedas de investimento.

Em relatório emitido pela Berkshire Hathaway no mês passado, a empresa reportou ganhos de US$ 23,4 bilhões no primeiro trimestre deste ano. Um dos principais motores dessa fortuna vem das operações de seguro e resseguro da empresa de automóveis Geico. Foram US$ 5,3 bilhões em lucros após impostos em 2023.

Grande parte desse lucro mantém o negócio pelo qual a Berkshire é mais conhecida: o de investimentos em ações. Cerca de 79% das receitas de investimento vêm de apenas cinco empresas: Apple (AAPL3), Bank of America (BOAC34), American Express (AXP;AXPB34), Coca-Cola (COCA34) e Chevron (CHVX34).

Como está a carteira de Warren Buffet em 2024?

Em maio, Warren Buffett revelou que a Berkshire Hathaway adquiriu US$ 6,7 bilhões em ações da seguradora Chubb Limited (CB), equivalente a 25 mil papéis da empresa. Na ocasião, o ativo disparou cerca de 4% na bolsa de valores de Nova York.

De acordo com o formulário 13-F da Berkshire Hathaway, esta foi a única ação nova dentro da carteira de Buffet, o maior investidor individual da bolsa do mundo. O formulário 13-F faz parte da habitual temporada de resultados trimestrais. Isso porque, fundos com mais de US$ 100 milhões sob gestão precisam divulgar suas posições, obedecendo uma lei aprovada pelo congresso americano em 1975.

Além disso, Buffett divide o patrimônio de US$ 331 bilhões do seu fundo com ações da Apple (AAPL3), Coca-Cola (COCA34) e Nu Holdings (NU), dona do Nubank (ROXO34), entre outras.

Contudo, o investidor vendeu cerca de 9% das ações da big tech, uma das Magnificent 7 do mercado americano. O movimento foi antecipado no encontro da Berkshire com analistas.

Buffett citou dois motivos para a venda: ajustar sua posição na carteira da Berkshire, dado que a valorização do papel fez com que ele alcançasse mais de 50% da carteira; e receio de que, como forma de financiar o atual déficit americano, possa haver aumento de impostos para as corporações no futuro. Logo, ao vender agora, o lucro realizado é tributado à atual alíquota.

Mesmo assim, a companhia fundada por Steve Jobs continua como a maior posição da Berkshire Hathaway. O fundo de Buffett possui investimento superior a US$ 120 bilhões na dona do iPhone.

A segunda maior participação é no banco comercial American Express (AXP;AXPB34), no qual o investidor tem mais de US$ 33 bilhões alocados. O Oráculo de Omaha ainda é um dos principais acionistas do Nubank (ROXO34), com investimento de US$ 1,2 bilhão.

Afinal, qual a fortuna de Warren Buffett?

De acordo com o ranking em tempo real dos mais afortunados da Forbes, o Oráculo de Omaha é a oitava pessoa mais rica do mundo. A fortuna de Warren Buffet gira em torno de US$ 133,2 bilhões, ou seja, cerca de R$ 716,6 bilhões. Na lista dos maiores bilionários, ele fica atrás de Elon Musk, Jeff Bezos, Bernard Arnault e família, Mark Zuckerberg, Larry Ellison, Larry Page e Sergey Brin.

Em relação ao ranking anual dos mais ricos do mundo, divulgado em abril, Buffett caiu duas posições.

Leia a seguir

Leia a seguir