Banco do Brasil (BBAS3) zera corretagem de renda variável em canais digitais

A condição é válida para o aplicativo Investimentos BB e o site de investimentos do banco

O Banco do Brasil (BBAS3) zerou a taxa de corretagem para clientes que investem em ativos de renda variável através de seus canais digitais. Com isso, os clientes do banco não pagarão taxas de corretagem em produtos como ações, fundos imobiliários, fundos de índice (ETFs, na sigla em inglês) e Brazilian Depositary Receipts (BDRs).

De acordo com o banco, a taxa zero é aberta a todos os investidores que fizerem aplicações nestes produtos. A condição é válida para o aplicativo Investimentos BB e o site de investimentos do banco, que diz que o movimento é parte da consolidação da plataforma especializada.

O BB tem feito um investimento para reformular a oferta de investimentos aos clientes, de olho na fidelização da base. Outros bancos têm feito investida similar, em uma tentativa do setor de “defender e atacar” em um segmento em que plataformas como a XP ganharam espaço nos últimos anos. A corretagem zero é uma das armas de lado a lado.

“O mercado de renda variável segue atraindo cada vez mais interesse e recursos, especialmente com a continuidade do ciclo de queda da taxa Selic”, diz em nota o head de Captação e Investimentos do banco, Fabrício Reis. “No app Investimentos BB, por exemplo, é possível fazer a gestão integrada dos seus investimentos, por meio de um agregador que consolida dados do Open Finance e dos ativos registrados na B3.”

Com informações do Estadão Conteúdo