Petrobras bate meta e você deve ficar de olho nas ações da companhia, dizem analistas

O aumento do volume aconteceu devido à operação da empresa em águas profundas

Petrobras: como fica as ações da Petrobrás, que é de capital misto, em ano eleitoral? Melhor vender esses papeis? Ou compra mais? Baseado em eleições passadas, o que acostuma acontecer? Depois de novembro, o cenário para elas muda completamente?

Pontos-chave

  • O foco em águas profundas tem demonstrado grande diferencial competitivo
  • Segundo a empresa, o óleo extraído é de melhor qualidade e tem menos emissão de gases de efeito estufa

Atenção minoritários da Petrobras (PETR3, PETR4): a produção de petróleo e gás da companhia em 2021 foi de 2,77 milhões de barris de óleo equivalente por dia (chamado de boed no mercado). A meta estipulada pela empresa era de 2,72 milhões de boed. O aumento da produção aconteceu devido à operação da companhia em águas profundas. Para este ano, a meta foi revisada para baixo: de 2,7 milhões de boed para 2,6 milhões. Em 2021, a produção de petróleo e gás natural (LGN) somou 2,22 milhões de barris por dia, acima da meta de 2,21 milhões de boed. Já a produção de petróleo, gás natural e gás comercial totalizou 2,46 milhões de boed, também superando a meta de 2,43 milhões de boed.

Por que a meta da Petrobras foi batida?

Segundo a direção da Petrobras, os resultados refletem o início da produção da FPSO Carioca, primeira plataforma no campo de Sépia, no pré-sal da Bacia de Santos. A produção do pré-sal, que totalizou 1,95 milhões de boed em 2021, representando 70% do total da Petrobras.

Além disso, a empresa deu início ao acordo de coparticipação do campo de Búzios, e concluiu a venda de sua participação em campos marítimos nas Bacias de Campos e Santos, e nos polos terrestres na Bahia, no Espírito Santo e em Sergipe.

A Petrobras destacou em comunicado que o foco em águas profundas tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos, produzindo óleo de melhor qualidade e com menores emissões de gases de efeito estufa.

Resultado não deve se repetir neste ano

Para este ano, a meta de produção foi rebaixada devido à divisão da produção dos FPSOs P-70 e Carioca, em operação nos campos de Atapu e Sépia, respectivamente. A Petrobras terá 65,69% de participação na jazida compartilhada de Atapu e 55,30% no campo de Sépia.

Já a produção de óleo e produção comercial registrou um impacto de cerca de 60 milhões de boed, mas permaneceu com as mesmas faixas, respectivamente, 2,1 milhões de boed e 2,3 milhões de boed, com variação de 4% para mais ou para menos, diz a Petrobras.

Vale a pena comprar ações da Petrobras?

Estamos em ano de eleição presidencial e a estatal, como você sabe, é empresa de economia mista (tem capital aberto, mas seu maior acionista é o governo federal). Em geral, os analistas estão otimistas com a empresa: o preço do petróleo deve continuar alto enquanto a Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) sobe a oferta da commodity. O preço do dólar também ajuda a geração de caixa da empresa. A companhia vem tornando a operação mais enxuta em busca de eficiência. O foco da empresa, com se viu com a alta da produção no ano passado, tem sido o pré-sal, onde há ganho operacional. Recentemente, a Petrobras foi avaliada pela provedora de informações financeiras Economatica como a empresa com o maior valor de mercado da América Latina, com US$ 70,6 bilhões (o equivalente a R$ 401 bilhões).

Com reportagem do Valor Investe


Você também pode gostar

Redação IF

Atualizado em 26.jan.2022 às 09h26

CVM suspende corretoras; saiba como escolher empresas idôneas

Sete empresas não tinham autorização para estar no mercado: Raw Trading, International Capital Markets Pty, IC Markets (EU), Markets, KOI Global LLC, Ventura Group e Orotrader

Redação IF

Publicado em 26.jan.2022 às 08h58

Nubank é ultrapassado pelo Bradesco, depois de perder posto de maior banco latino para Itaú

Valor de mercado da fintech no fim do pregão desta terça era de US$ 33,46 bi, atrás do "bancão", com US$ 34,32 bi

Valor Econômico

Publicado em 26.jan.2022 às 08h18

Estrangeiro já pôs R$ 20 bilhões na Bolsa em 2022

Com ajuda de cenário externo, fluxo está positivo no ano

Lucas Andrade

Atualizado em 26.jan.2022 às 07h55

Como a tensão entre Rússia e Ucrânia pode afetar a economia e os investimentos

A deflagração de um confronto militar entre os dois países pode piorar principalmente o cenário para a inflação na Europa

Redação IF

Atualizado em 26.jan.2022 às 08h00

Afinal, o que dizem os especialistas sobre a Bolsa? Você deve comprar ações ou esperar mais um pouco?

O Ibovespa deve subir, mas com fortes emoções; veja o que levar em consideração

Valor Econômico

Atualizado em 24.jan.2022 às 21h03

Lucro da IBM sobe 72,6% no 4º trimestre, para US$ 2,33 bilhões

A companhia encerrou 2021 com lucro de US$ 5,74 bilhões, sendo de US$ 6,35 por ação; já a receita atingiu US$ 57,35 bilhões no ano

Valor Econômico

Atualizado em 24.jan.2022 às 18h02

Ações de tecnologia caem e Warren Buffett volta aos holofotes com investimentos em ativos “de valor”

Com foco em ativos “de valor”, Berkshire Hatthaway se aproxima do desempenho de fundo do Ark Invest que foi sensação na pandemia

Mais lidas hoje

  1. Redação IF

    Redação IF

    Atualizado em 26.jan.2022 às 11h26
    Ferramenta lançada pelo Banco Central permite saber se você tem dinheiro a receber dos bancos

    Segundo o BC, há ao menos R$ 8 bilhões parados nas instituições financeiras – conheça o passo a passo para fazer a consulta e saber se você é credor

  2. Redação IF

    Redação IF

    Atualizado em 22.jan.2022 às 12h01
    Neymar compra NFTs por R$ 6 milhões; saiba como funciona esse investimento

    Craque passa a fazer parte de um clube restrito a bilionários, que têm direito a festas particulares

  3. Valor Econômico

    Valor Econômico

    Publicado em 24.jan.2022 às 08h37
    Cade dá aval para Joesley e Wesley Batista assumirem controle da J&F Participações

    A J&F é a controladora do Banco Original do Agronegócio e do Banco Original

  4. Valor Econômico

    Valor Econômico

    Atualizado em 07.jan.2022 às 08h27
    Conheça os fundos de investimento que lucram milhões com shows de artistas adorados pelo público

    Saiba quem são os gestores (e como são remunerados) por trás de nomes como Gusttavo Lima, Seu Jorge, Alexandre Pires, Maurício Manieri e Daniel