A corrida para o Tesouro Direto continua

Títulos com vencimentos entre um e cinco anos foram os mais demandados em abril

Ilustração: Marcelo Andreguetti/IF

Pontos-chave

  • O número de investidores ativos, no mês de abril, no Tesouro Direto, que têm no momento recursos no programa, superou a marca de 1,935 milhão, alta de 34.399 em relação a março

O Tesouro Direto teve emissão líquida de R$ 1,47 bilhão em abril, conforme divulgado hoje pela Secretária do Tesouro Nacional (STN). O número líquido foi resultado de emissão de R$ 3,12 bilhões e resgates de R$ 1,65 bilhão.

As aplicações de até R$ 1 mil representaram 61,22% do total, enquanto o valor médio por operação ficou em R$ 6.324,79.

Os títulos mais demandados em abril foram os indexados à taxa Selic, que somaram R$ 1,83 bilhão, ou 58,69% do total. Na sequência, vieram os indexados à inflação (30,44%) e prefixados (10,88%).

Em relação aos prazos, os títulos com vencimentos entre um e cinco anos foram os mais demandados no mês passado (82,13% do total), seguidos por aqueles com vencimentos acima de dez anos (16,33%) e entre cinco e dez anos (1,54%).

O número de investidores ativos no mês de abril no Tesouro Direto, que têm no momento recursos no programa, superou a marca de 1,935 milhão, alta de 34.399 em relação a março. Por sua vez, superou 18,392 milhões, alta de 72,8% em relação a igual período de 2021.

Já o estoque dos investimentos alcançou R$ 89 bilhões, alta de 2,99%.

“Os títulos remunerados por índices de preços (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais) se mantêm como os mais representativos do estoque somando R$ 48,59 bilhões, ou 54,60% do [estoque] total. Na sequência, vêm os títulos indexados à taxa Selic, totalizando R$ 25,99 bilhões (29,21%), e os títulos prefixados, que somaram R$ 14,41 bilhões, com 16,19% do total”, diz o STN em comunicado.

“Quanto ao perfil de vencimento dos títulos em estoque, a parcela com vencimento em até 1 ano fechou o mês em R$ 6,37 bilhões, ou 7,16% do total. A parcela do estoque vincendo de 1 a 5 anos foi de R$ 57,54 bilhões (64,65%) e o percentual acima de 5 anos somou R$ 25,09 bilhões (28,19%)”, diz o comunicado.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico

Investir em quê? Encontre e compare investimentos de todo o mercado

Parceiro da Inteligência Financeira, o Investir em Quê? é sua fonte confiável para buscar onde investir com isenção, transparência e sem complicação


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 30.jun.2022 às 19h10
S&P 500 registra pior primeiro semestre desde 1970, Nasdaq cai quase 30% no semestre

O índice Nasdaq, que reúne empresas não financeiras e as de tecnologia, caiu mais de 20% nos últimos três meses, seu pior desempenho desde 2008

Redação IF Publicado em 30.jun.2022 às 15h17
Dólar apaga ganhos e fica abaixo dos R$ 5,20

Moeda americana chegou a R$ 5,27 na máxima do dia

Redação IF Publicado em 30.jun.2022 às 10h21