Senado aprova projeto que prorroga desoneração da folha de pagamento

A proposta prorroga para 31 de dezembro de 2023 o regime que permite às empresas substituir a contribuição previdenciária de 20% sobre os salários dos empregados por uma alíquota sobre a receita bruta, que pode variar de 1% a 4,5%

Foto: AFP

O Senado aprovou, nesta quinta-feira (9), o projeto de desoneração da folha de pagamentos para 17 setores da economia. O relator, senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), vice-presidente do Senado, não realizou alterações em relação ao texto já aprovado na Câmara dos Deputados. A medida segue para sanção presidencial.

A proposta prorroga para 31 de dezembro de 2023 o regime que permite às empresas substituir a contribuição previdenciária de 20% sobre os salários dos empregados por uma alíquota sobre a receita bruta, que pode variar de 1% a 4,5%.

Entre os 17 setores que podem aderir a esse modelo estão as indústrias têxtil, de calçados, máquinas e equipamentos e proteína animal, construção civil, comunicação e transporte rodoviário.


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 06h32
Governo quer registrar venda da Eletrobras nas bolsas de NY e SP na próxima semana

Após aprovação do TCU, objetivo é tentar acelerar o processo e garantir a privatização da empresa até 15 de junho

Valor Econômico Publicado em 18.maio.2022 às 12h14
Entenda o que o governo faz com o lucro da Petrobras

Estatal destaca que o pagamento de dividendos é obrigatório em caso de lucro para qualquer empresa de capital aberto

Leonardo Guimarães Atualizado em 18.maio.2022 às 11h34
Duelo IF: JBS ou Marfrig, em qual investir?

Duas gigantes do setor de alimentos disputam a sua atenção como investidor

Entrevista da Semana Publicado em 18.maio.2022 às 09h46
Por que as ações da Nubank não vingaram?

O que aconteceu com a expectativa desta instituição brasileira? Quem comprou, o que deve fazer agora? Danielle Lopes, a entrevistada da semana, responde