Netflix pode iniciar testes com anúncios ainda neste ano, diz “New York Times”

A companhia pode iniciar testes com uma assinatura que contém anúncios já nos trimestre final de 2022

netflix-sede-california-scaled
A veiculação de anúncios é uma resposta aos questionamentos sobre o modelo de negócio da empresa e sua capacidade de rentabilização

A Netflix pode começar a utilizar anúncios em sua plataforma de streaming ainda neste ano, diz o jornal “The New York Times”, que obteve uma nota enviada a funcionários.

De acordo com a nota, assinada por executivos, a companhia pode iniciar testes com uma assinatura que contém anúncios já nos trimestre final de 2022.

A nota também diz que o novo pacote seria iniciado em conjunto com outra medida anunciada pela empresa, a da restrição no compartilhamento de contas e senhas.

A Netflix não comentou o assunto, após contato do jornal. Há pouco, a ação da plataforma de streaming tinha alta de 2,81% na Nasdaq, em Nova York.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 08h09
Fundos de ações de Petrobras e Vale renderam até 25 vezes mais que o FGTS desde o lançamento

Trabalhador poderá usar dinheiro do fundo de garantia para comprar ações da Eletrobras

2 min
Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 13h41
Bolsas americanas perdem US$ 1,5 tri em um dia, e índices operam em queda nesta quinta

Temor de inflação global maior e recessão nos EUA leva nervosismo aos mercados. Na Europa, pregões operam em queda de mais de 2%

1 min
Redação IF Publicado em 19.maio.2022 às 10h53
Como o trabalhador poderá usar o FGTS para comprar ações da Eletrobras

Tipo de investimento já foi feito anteriormente em vendas de ações da Petrobras e da Vale

3 min
Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 09h39
Bolsas europeias caem mais de 2% e futuros de NY sinalizam continuidade das perdas

Clima de cautela prevalece nos negócios em meio às preocupações com o impacto da inflação elevada no crescimento econômico global

3 min