Netflix perde assinantes e ações já acumulam queda de mais de 40%

Gigante do streaming espera perder outros dois milhões de assinantes neste trimestre

Escritório da Netflix em Amsterdã, na Holanda
Foto: Netflix

Pontos-chave

  • Gigante de streaming registra queda de usuários pela 1ª vez em dez anos; ação despenca em NY

A Netflix encerrou o primeiro trimestre do ano com 200.000 assinantes a menos do que tinha no final de 2021. A empresa esperava adicionar 2,5 milhões de clientes no período. As ações da empresa caíram 25,9% nas negociações após o fechamento de hoje na Nasdaq. No acumulado do ano, as ações caíram mais de 40%, até o fechamento desta terça-feira.

A Netflix culpou o compartilhamento de senhas entre seus usuários e o aumento da concorrência no espaço de streaming por criar o que chamou de “ventos contrários no crescimento da receita”. A Netflix estimou que, além de seus quase 222 milhões de lares pagantes, o serviço está sendo compartilhado com mais 100 milhões de lares, incluindo 30 milhões nos EUA e Canadá.

A gigante do streaming disse que o crescimento da receita “desacelerou consideravelmente” e alertou que os ganhos que a Netflix obteve durante a pandemia de Covid-19 escondiam as falhas que surgiram em seus negócios nos últimos anos.

Além da concorrência e do compartilhamento de senhas, as outras razões citadas pela Netflix como causas para a desaceleração do crescimento incluem uma adoção mais lenta do que o esperado de smart TVs, custos de dados e eventos mundiais, incluindo o aumento da inflação, os efeitos da invasão da Ucrânia pela Rússia e a interrupção contínua do pandemia.

A Netflix disse que para retomar a rota de crescimento irá melhorar a qualidade de sua programação e as recomendações que a plataforma fornece aos clientes. Desta forma, espera manter seus usuários engajados no conteúdo e no serviço. A Netflix já gasta mais do que qualquer outro provedor de entretenimento com um orçamento de programação que deve ultrapassar US$ 20 bilhões este ano.

O declínio trouxe a base global de assinantes pagos da Netflix para 221,6 milhões, abaixo dos 221,8 milhões no trimestre anterior. A receita aumentou cerca de 10%, para US$ 7,87 bilhões, abaixo das projeções dos analistas de US$ 7,93 bilhões. O lucro trimestral da empresa foi de US$ 1,6 bilhão, abaixo dos US$ 1,71 bilhão do ano anterior.

Com informações da empresa e The Wall Street Journal.


Você também pode gostar
Valor Econômico Publicado em 17.maio.2022 às 07h47
Maior parte das ações na Bolsa acumula queda desde início de 2021

Das 100 ações do IBrX, 64 têm perda no período

6 min
Valor Econômico Atualizado em 16.maio.2022 às 20h10
Magazine Luiza reverte lucro e tem prejuízo de R$ 161,3 milhões no primeiro trimestre

Rede afirma que o resultado reflete o aumento de despesas financeiras no período

2 min
Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 20h04
3 min
Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 19h58
Twitter tem sétimo dia de queda e recua 8,2% em NY em meio a incertezas de aquisição

Elon Musk disse que as negociações estão suspensas até ter mais dados sobre a atuação de contas falsas na plataforma

1 min
Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 15h25
Ações da Infracommerce têm forte queda após notícia de demissões na empresa

Os desligamentos teriam ocorrido por conta de 'mudanças no orçamento'

1 min