Apple cai mais de 5% em NY e perde posto de empresa mais valiosa do mundo

A Apple vale pouco mais de US$ 2,3 trilhões

Loja da Apple (Foto: Divulgação)

As ações da Apple fecharam perto das mínimas do dia acompanhando e influenciando o declínio das bolsas de Nova York, o que fez a fabricante do iPhone perder o posto de companhia mais valiosa do mundo.

O índice Dow Jones cai 1% e a Nasdaq perde 3,18% em meio ao movimento de vendas de papéis de tecnologia.

Os papéis da Apple recuaram 5,18% na Nasdaq, cotados a US$ 146,50, menor patamar desde outubro do ano passado. Com isso, a gigante de tecnologia perdeu o posto de empresa com o maior valor de mercado para a petrolífera Saudi Aramco, que passa dos US$ 2,4 trilhões. A Apple vale pouco mais de US$ 2,3 trilhões.

As ações das empresas de tecnologia vêm amargando perdas nas últimas semanas após divulgarem resultados trimestrais com perspectivas menos animadoras. Hoje, Microsoft, Meta (dona do Facebook), Netflix, Twitter e Amazon fecharam com perdas significativas em Nova York.

No ano, a Apple acumula desvalorização de mais de 17%, enquanto os índices Dow Jones e Nasdaq caem mais de 12% e 27%, respectivamente.


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 17.maio.2022 às 19h14
NY: Empresas de tecnologia recuperam perdas; ações de aéreas americanas fecham em alta

Dados positivos de vendas no varejo nos EUA e sinais de reabertura na China alimentam otimismo

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 15h48
Ação da Hapvida despenca 16% e lidera perdas do Ibovespa

Itaú BBA tem recomendação "outperform" para o papel, com preço-alvo de R$ 17 para o fim de 2022

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 14h22
Nubank: analistas veem resultados positivos, mas inadimplência gera cautela

Desde o IPO, em 8 de dezembro, quando foi precificado a US$ 9, o papel do banco digital acumula queda de 50,2%

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 11h27
Ibovespa opera em alta e busca retomar marca de 110 mil pontos

Bolsa busca quinto dia de ganhos, em meio ao alívio no exterior

Valor Econômico Publicado em 17.maio.2022 às 07h47
Maior parte das ações na Bolsa acumula queda desde início de 2021

Das 100 ações do IBrX, 64 têm perda no período