Quanto rende R$ 1 mil em dividendos da Petrobras (PETR4)?

Especialista calcula quanto você teria ganho nos últimos 12 meses em dividendos da Petrobras se tivesse aplicado R$ 1 mil e também prós e contras de investir na empresa

Investir na bolsa de valores, em uma boa empresa, e a partir daí receber pagamentos regulares de dividendos. Esse é o objetivo de muitos investidores que apostam na bolsa de valores. Mas quanto de fato é possível ganhar com essa tática? Por exemplo, quanto rende R$ 1 mil em dividendos da Petrobras (PETR4)?

Antes de mais nada, é preciso entender que os dividendos dependem de uma série de aspectos do dia a dia das empresas. “Os dividendos tem relação com alguns fatores, [como] o lucro da empresa, a necessidade de investimentos ou reinventimentos e a recorrência de sua renda e receita”, explica Rodrigo Negrini, especialista em finanças e CEO da Soul Capital.

Ou seja, quanto a empresa vai pagar em dividendos não é um valor fixo, mas sim um montante que varia de acordo com os resultados daquela companhia e a sua política de remuneração de acionistas. No caso da Petrobras (PETR4), acrescenta Negrini, há o fator decisivo que é a presença do Estado brasileiro como acionista.

“No caso especifico da Petrobras (PETR4), há um detalhe que é o controle acionário do governo federal, que acaba sendo mais um fator que gera imprevisibilidade na distribuição dos dividendos”, diz o CEO da Soul Capital, lembrando que recentemente parte dos dividendos extraordinários da Petrobras (PETR4) foram retidos por decisão da administração federal.

Quanto rende R$ 1 mil em dividendos da Petrobras (PETR4)?

O mercado naturalmente estabelece projeções, mas não se sabe ao certo quanto a Petrobras (PETR4) vai lucrar e quanto a empresa vai distribuir aos seus acionistas. No entanto, é possível observar os últimos anos para se ter uma noção de qual o potencial de rentabilidade.

Rodrigo Negrini explica que nos últimos 12 meses o dividend yield (DY) da Petrobras (PETR4) foi de 15,35% ao ano. O dividend yield é a principal métrica para entender quanto a empresa paga em dividendos em relação ao valor investido.

“Ou seja, se a pessoa possui R$ 1 mil em ações da Petrobras (PETR4), recebeu R$ 153,50 nos últimos 12 meses”, diz o especialista. Negrini afirma ser um percentual alto, mas menor do que a empresa já pagou no passado. “Apesar de expressivo, é muito menor do que o retorno em dividendos pago em 2022, que foi de mais de 68%, ou seja, R$ 680”, completa.

Prós e contras de investir em PETR4

A pedido da Inteligência Financeira, o CEO da Soul Capital listou prós e contras de investir na Petrobras (PETR4) neste momento.

Para Rodrigo Negrini, o setor em que a empresa está inserida é um ponto a favor. “O negócio de energia, partindo do petróleo e derivando para outras fontes, associado ao porte e posição estratégica da empresa fazem ser um ótimo ativo com resiliência para momentos de baixa econômica”, afirma.

O ponto negativo, de acordo com o especialista, seria o aspecto político. “O lado negativo, como dito, é a interferência governamental, que pode, como no passado, politizar cargos importantes e interferir na independência da gestão da empresa, levando a resultados indesejados”, completa.

Dicas para investir em busca de dividendos

Na visão de Negrini, há alguns pontos a observar em uma empresa antes de investir na companhia em busca de dividendos. A saber:

  • Constância das receitas, com resiliência em diferentes ciclos econômicos;
  • Prática de pagamento de dividendos;
  • Maturidade do negócio;
  • Rentabilidade e geração de caixa.