Cortes do Manhã Inteligente: é hora de investir nas ações das companhias aéreas?

Aumento do preço do combustível é um dos maiores custos do setor

Com o abrandamento da pandemia, o setor de turismo ressurge, depois de quase dois anos estagnado, como boa parte da economia mundial. A demanda global por transporte aéreo subiu 115,9% em fevereiro deste ano em comparação ao mesmo mês do ano passado, segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo. Aqui no Brasil as companhias aéreas voltam aos relatórios das casas de análise que vêm apontando o potencial de crescimento do setor e até com restabelecimento de margem.

No Manhã Inteligente da quinta-feira (7), Italo Martinelli, especialista em investimentos do Itaú Unibanco, falou sobre investir ou não nas empresas de transporte aéreo, principalmente de passageiros. “Entre dezembro e fevereiro, começou o aumento da demanda por passagens aéreas. Mas já havia pressão inflacionária muito forte, além do alto custo do combustível. Isso reduz a margem de lucro”, afirmou Italo.

Veja abaixo o trecho em que o especialista aborda o assunto, durante o Manhã Inteligente:

A Inteligência Financeira é um canal jornalístico e este conteúdo não deve ser interpretado como uma recomendação de compra ou venda de investimentos. Antes de investir, verifique seu perfil de investidor, seus objetivos e mantenha-se sempre bem informado.