Mercado dos EUA fecha em alta puxado pelo setor de serviços de comunicação 

Principais índices subiram à medida que as taxas dos Treasuries diminuíram

O mercado norte-americano fechou em alta na quinta-feira, enquanto Wall Street tentava recuperar algumas das perdas acentuadas deste mês e os investidores ficavam de olho nas taxas dos Treasuries americanos. O destaque ficou para o setor de serviços de comunicação. 

O Dow Jones subiu 0,35%, para 33.666,34. O S&P 500 adicionou 0,59%, para 4.299,70. O Nasdaq subiu cerca de 0,83% para 13.201,28. 

O setor de serviços de comunicação subiu 1,2% para liderar a alta do S&P 500, impulsionado por uma alta de 2% da Meta Platforms. Intel e Cisco System,s subiram 1,6% e 1,3%, respectivamente, elevando o Dow Jones. 

Os principais índices subiram à medida que as taxas dos Treasuries diminuíram. Com o título de 10 anos atingindo 4,54%, mesmo com dados divulgados na quinta-feira mostrando um mercado de trabalho ainda resiliente, com pedidos de auxílio desemprego chegando abaixo do esperado.

Veja abaixo os destaques da Avenue no mercado internacionais de ações: 

NextEra Energy (NEE) 

A ação da NextEra Energy caiu cerca de 4,8% ontem, depois de cair 8,2%, devido à revisão para baixo de suas projeções de crescimento de dividendos, com a redução da taxa de crescimento de dividendos de 12-15% para 5-8%. Assim, essa mudança desapontou os investidores e resultou na queda das ações. A companhia vale cerca de US$ 115 bilhões. 

Trimble (TRMB) 

O fornecedor de serviços tecnológicos subiu 6,5% na quinta-feira, após o anúncio de que a AGCO Corporation irá adquirir uma participação de 85% no agronegócio da Trimble por 2 mil milhões de dólares em dinheiro, à medida que a empresa de tratores e equipamentos de sementeira procura aumentar o seu portfólio de agricultura de precisão. A companhia vale cerca de US$ 13 bi. 

Workday (WDAY) 

As ações caíram 8,5% um dia depois que a empresa de serviços em nuvem reduziu sua meta de crescimento de assinaturas de longo prazo para uma faixa de 17% a 19%, em comparação com sua meta anterior de 20%. A companhia vale cerca de US$ 55 bilhões. 

Peloton (PTON) 

A Peloton subiu 5,4% na quinta-feira. Peloton e Lululemon anunciaram uma parceria estratégica de cinco anos na quarta-feira. Como parte do acordo, o conteúdo do Peloton estará disponível no aplicativo de exercícios da Lululemon e a Lululemon, por sua vez, se tornará o principal parceiro de vestuário esportivo do Peloton. A companhia vale cerca de US$ 1,75 bilhão. 

CarMax (KMX) 

As ações da CarMax caíram 13,4% ontem, após os lucros e receitas fiscais da varejista de carros usados caírem em relação ao ano anterior devido ao enfraquecimento da demanda por carros usados. A empresa disse que lucrou 75 centavos por ação sobre uma receita de US$ 7,07 bilhões e que comprou 14,9% menos veículos de consumidores e revendedores em relação ao ano anterior, já que a forte depreciação do mercado prejudicou o volume. A companhia vale cerca de US$ 11 bi. 

Concentrix (CNXC) 

As ações subiram 6,8% um dia depois que a Concentrix anunciou que aumentaria seu dividendo trimestral em 10%, para cerca de 30 centavos por ação. Separadamente, a empresa de tecnologia de experiência do consumidor registrou lucro ajustado de US$ 2,71 por ação e receita de US$ 1,63 bilhão, enquanto os analistas estimavam que a Concentrix lucraria US$ 2,85 por ação e receita de US$ 1,64 bilhão. A companhia vale cerca de US$ 5 bilhões.

Com informações da Avenue